terça-feira, 17 de novembro de 2015

A 'folha seca' que colocou o Brasil na Copa

O gol de falta de Didi, a famosa 'folha seca'

O Brasil é a única seleção do mundo que esteve presente em todas as Copas do Mundo. Provavelmente, todos que entendam de futebol, mesmo que seja o mínimo, sabe disso. Porém, não foram em todas as Eliminatórias do Mundial que a Seleção teve vida fácil. As classificatórias para a Copa do Mundo de 1958, na Suécia, a segunda que o Brasil disputou, foram complicadas.

No sorteio, o Brasil caiu no Grupo 1 da Conmebol (foi a primeira vez que a numeração dos grupos foi dividida pelas Confederações continentais), ao lado de Peru e Venezuela. Porém, no início de 1957, os venezuelanos desistiram da disputa e a vaga para a Copa ficaria entre brasileiros e peruanos.

O primeiro jogo foi realizado no dia 11 de abril de 1957, no Estádio Nacional de Lima, e terminou empatado em 1 a 1. Terry abriu o placar para os peruanos, e Índio empatou aos 3 minutos do segundo tempo para o Brasil. Com o resultado, a vaga ficou para ser decidida no Maracanã, uma semana depois.

O árbitro uruguaio Esteban Marino, entre os dois capitães

O Estádio Mario Filho recebeu um grande público, mais de 137 mil espectadores, sendo 120 mil pagantes. Os torcedores brasileiros estavam confiantes e achavam que a vaga para o Mundial viria facilmente. Mas se enganaram. Foi uma partida truncada, com poucas chances para ambos os lados.

Por sorte, o Brasil tinha um dos melhores cobradores de falta do futebol mundial. E a vaga veio dos pés dele, Didi, que fez o único gol do jogo, aos 11 minutos do primeiro tempo, em cobrança perfeita de falta, com a famosa 'folha seca', que enganou completamente o bom goleiro peruano Asca.

O resto da partida foi de apreensão e bastante nervosismo. O time brasileiro, comandado pelo técnico Oswaldo Brandão, não conseguia impor o seu jogo e o Peru chegou a assustar algumas vezes. O empate forçaria um terceiro jogo em campo neutro. Porém, após o apito final, o clima foi de festa. O Brasil estava classificado para a Copa do Mundo da Suécia, de onde sairia campeão em 1958, com novo treinador (Vicente Feola) e muitas mudanças no elenco.

Garrincha, Evaristo, Índio, Didi e Joel

Ficha Técnica

BRASIL 1 x 0 PERU

Competição: Eliminatórias para a Copa do Mundo de 1958.
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (Brasil).
Data: 21/04/1957, 16 horas.
Público: 137.522 espectadores.
Árbitro: Estebán Marino Camel Marino (Uruguai).
Assistentes: Erwin Hieger (Áustria), Bertley Cross (Inglaterra).
Gol: Didi (falta), aos 11.

BRASIL: Gilmar, Djalma Santos, Bellini, Zózimo e Nílton Santos; Roberto Belangero e Didi; Joel, Evaristo, Índio e Garrincha - Treinador: Oswaldo Brandão.

PERU: Asca, Benítez, Lozán e Fleming; Rovay e Calderón; Sánchez, Maximo Mosquera, Manuel Rivera, Alberto Terry e Juan Seminario - Treinador: Gyouri Orth.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações