terça-feira, 22 de setembro de 2015

Um médico desesperado devido ao rebaixamento do Madureira?

Um provável membro da Comissão Técnica do Madureira parece que entrou em desespero depois da confirmação do rebaixamento do clube do subúrbio carioca, da Série C para a D do Campeonato Brasileiro, depois da derrota para o Guaratinguetá, por 5 a 0, no último domingo. Felipe Esposito Cordeiro fez um post no grupo Futebol Alternativo do Facebook (um dos que tem mais debates sobre o futebol brasileiro e mundial, principalmente sobre equipes e divisões com pouco espaço na mídia) dizendo que estava procurando uma forma de fazer com que o Tricolor Suburbano escapasse do descenso.


Deixando claro que tomou a atitude por conta própria, sem ao menos consultar a diretoria do clube, Esposito, que se anunciou como médico da equipe profissional do Madureira, pedia ajuda para uma pesquisa dos jogadores dos clubes do Grupo 2 da competição, principalmente Tombense e Guaratinguetá, que são as duas equipes que estão acima do Madureira na classificação.

Pelas fotos no perfil pessoal de Felipe Esposito, há registros de preleções dos jogos do Madureira, inclusive com o próprio vestindo o uniforme da Comissão Técnica, além de imagens feitas no banco de reservas nos jogos da Série C.

A intenção, é claro, seria achar alguma irregularidade na condição de jogo de algum atleta, denunciando o clube do jogador para que perdesse pontos no STJD e, assim, o Madureira escaparia do rebaixamento. Esposito ainda deu uma dica: "O Guaratinguetá mudou toda sua equipe durante a competição então seria uma potencial fonte de irregularidade". A equipe do Vale do Paraíba era uma das piores da competição mas, com o campeonato em andamento, fez um acordo com o Atlético Paranaense e trocou toda a Comissão Técnica e elenco. Entretanto, o regulamento permitia as mudanças.

Porém, nos 17 jogos em que o Madureira fez até agora pela Série C do Brasileiro, a equipe ganhou apenas uma partida, empatou 10 e perdeu seis vezes. Uma campanha para se esquecer e o rebaixamento, dentro de campo, foi mais que merecido.

Os comentários no post foram diversos. Alguns, poucos, na verdade, diziam que, realmente, um clube tradicional como o Madureira não poderia cair. Outros até destacavam a importância da agremiação, mas que o futebol deve ser decidido em campo. Chegaram a falar para contratar o advogado do Fluminense.

Mas, a grande maioria destacou a má campanha do Tricolor Suburbano na competição (apenas uma vitória nos 17 jogos até aqui) e ainda teve algumas dicas, como melhorar o planejamento para 2016 ou, até, fazer uma pesquisa para encontrar jogadores jovens e bons para fortalecer o elenco da equipe.

Uma vitória em 17 jogos foi o saldo da equipe até agora

Confira abaixo o texto do post de Felipe Esposito:

Fala galera!!! Venho aqui, meio que no desespero, buscar alguma saída pro buraco que nos metemos. Sou médico do Madureira, e esse final de semana caímos pra série D, com uma rodada de antecedência, depois de termos sido massacrados pelo Guaratinguetá.

Por isso, por conta própria, quero fazer o levantamento da situação dos jogadores de todos os times da série C (grupo B), especialmente Guaratinguetá e Tombense, numa tentativa desesperada de tentar manter nosso tradicional clube na série C.

Gostaria também, de deixar claro que não estou fazendo isso a pedido da diretoria... Estou fazendo mesmo por desespero, então se alguém puder me ajudar dizendo como faço pra procurar isso, eu agradeceria MUITO.

Vale lembrar que não é só ver os casos do jogador estar ou não inscrito no BID, mas também tem os de limites de transferências, e suspensões não cumpridas, como cartões amarelos e vermelhos, contrato expirado.

O Guaratinguetá mudou toda sua equipe durante a competição então seria uma potencial fonte de irregularidade.

Se alguém tiver alguma outra idéia, seria muito bem vinda.

Desde já, agradeço.

Felipe Esposito Cordeiro
Médico do Time Profissional
Madureira Esporte Clube

O Curioso do Futebol deixa claro que respeita muito a história do Madureira Esporte Clube (Victor de Andrade, responsável pelo blog, é um grande simpatizante da equipe), mas condena veementemente que o futebol seja resolvido nos tribunais. Lugar de decisão no futebol é dentro de campo.

←  Anterior Proxima  → Inicio

2 comentários:

  1. É Victor; é o fator Fluminense fazendo escola lá no Rio de Janeiro, lamentável a atitude deste cidadão, seria mais honroso para o simpático Madureira, aceitar o fracasso se reforçar e voltar dentro das 4 linhas; porém é mais comodo para alguns, simplesmente virar a mesa, como o Fluminense tem feito há anos!!!

    ResponderExcluir
  2. Tapetão... no Rio, isto parece mesmo ser uma prática muito comum.
    Rss!!!

    ResponderExcluir

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações