domingo, 9 de agosto de 2015

Pais e filhos atuando juntos no futebol brasileiro

Bianor Neto e Ney Junior (jogando pelo Rio Negro) contra o Fast.
Filho e pai atuando juntos


Para comemorar o Dia dos Pais, O Curioso do Futebol vai apresentar dois casos recentes no futebol brasileiro em que pai e filho atuaram juntos. No mundo, a situação não é tão rara e já aconteceu, inclusive, na seleção da Islândia, quando o ex-jogador do Barcelona, Eidur Gudjohnsen, substituiu seu pai, Amór, em amistoso contra a Estônia em 1996.

Um dos casos brasileiros de pai e filho atuando juntos aconteceu no Campeonato Amazonense de 2012. O experiente zagueiro Ney Junior, na época com 35 anos, pediu para os dirigentes do Rio Negro que deixassem seu filho, Bianor Neto, de 17, que fizesse os treinos físicos no clube, para manter a forma. O jogador tinha sido atleta do futsal do Vasco e estava em busca de uma nova oportunidade.

Bianor, marcando, e Ney, ao fundo, em jogo contra o São Raimundo

O que ninguém esperava era que o Rio Negro iria precisar de mais um zagueiro para compor o elenco e Bianor Neto acabou se tornando mais um jogador do clube. Desde então, pai e filho passaram a formar a dupla de zaga do alvinegro manauara, marcando época no futebol amazonense.

Na época, Ney Junior chegou a declarar o seguinte: "dentro de campo, não o trato como filho. Tem que ter respeito, mas o trato como profissional, assim como os todos os colegas de clube. Mas desde que ele passou a atuar como titular, o time venceu as três e virou líder do segundo turno. É um garoto jovem tem cabeça boa e vai ter um futuro promissor. Agradeço a Deus por ter a oportunidade de jogar ao lado do meu filho", disse o jogador, em entrevista ao Globo Esporte.

Rivaldo comemora gol junto com filho

O caso mais famoso no Brasil é o do pentacampeão mundial Rivaldo. Em 2014, ele e seu filho, Rivaldo Junior, atuaram diversas partidas juntos pelo Campeonato Paulista pelo Mogi Mirim. Rivaldo, que é o presidente do clube, resolveu pendurar as chuteiras.

Porém, Rivaldo resolveu mudar de ideia e voltou a jogar, com 42 anos, pelo Mogi Mirim, disputando o Campeonato Brasileiro da Série B. Em 14 de julho, aconteceu algo inusitado. O clube do interior paulista venceu o Macaé por 3 a 1, sendo dois gols de Rivaldo Junior e um do ex-jogador de Barcelona e Milan, de pênalti.

Gols de Mogi Mirim 3 x 1 Macaé, com gols de pai e filho

Ao fim da partida, em entrevista ao SporTV, Rivaldo disse que havia entrado para a história. "Pai e filho jogando juntos nem é tão raro, mas os dois marcando gols acho que foi a primeira vez". Na verdade, Osman e Naeem Sidik já haviam conseguido o feito em partida pelo Whalley Range, da Inglaterra. Mas, realmente, o fato foi marcante.

* O Curioso do Futebol queria deixar os parabéns para todos os pais do mundo e eu, Victor de Andrade, deixo aqui minhas felicitações para meu pai, Claudino Graça Junior, que me ensinou a gostar deste fantástico esporte que é o futebol.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações