Stratos Apostolakis e uma transferência que cancelou a Supercopa da Grécia

Por Lucas Paes
Foto: Sportime.gr

Apostolakis no primeiro clássico pelo Panathinaikos

O futebol é um esporte de contrastes e rivalidades, seja em países tradicionais no esporte, como no Brasil e na Argentina, ou mesmo em alguns de menos sucesso como a Sérvia. Na Europa um dos países com maiores rivalidades e com torcedores mais fanáticos é a Grécia. Em 1990, a transferência de um volante diretamente do Olympiakos para o Panathinaikos causou o cancelamento da Supercopa da Grécia devido ao temor da reação de torcidas. Esse jogador era o aniversariante do dia, Stratos Apostolakis, que completa 57 anos neste dia 17.

Apostolakis começou sua trajetória como jogador no Panetolikos e por lá ficou durante os cinco primeiros anos de sua carreira antes de ser adquirido pelo Olympiakos Pireu. Nos Gavros, ficou durante cinco anos onde se consolidou, chegando a Seleção Grega. Polivalente, jogava tanto na lateral-direita, sua principal posição, quanto de volante e de meiocampista. Jogando com o maior campeão grego, foi campeão nacional na temporada 1986/1987 e ganhou a Copa da Grécia em 1989/1990.

Foi depois dessa competição que aconteceu o episódio do título, pois mesmo sendo um um dos pilares do Olympiakos, Apostolakis acabou se transferindo para o Panathinaikos ao fim da temporada 1989/1990. Tal negociação causou enorme revolta na torcida alvirrubra, acedendo ainda mais o pavio de uma rivalidade que já é normalmente absurdamente incandescente. O temor da reação negativa de torcedores fez com que a Supercopa da Grécia, que colocaria frente a frente Panathinaikos e Olympiakos, fosse cancelada.

O fato é que jogando no time de Atenas Apostolakis foi muito mais significativo. Se converteu num dos grandes nomes da história do Panathinaikos. Ganhou três vezes o Campeonato Grego, quatro vezes a Copa da Grécia e duas vezes a Supercopa, torneio que ele causou o cancelamento em 1990. Foram no total 249 jogos e 21 gols pelo Panatha, clube pelo qual ele foi convocado para defender seu país na Copa do Mundo de 1994. Fez parte também de um dos mais significativos times da história do alviverde de Atenas, a equipe semifinalista da Liga dos Campeões em 1996, quando o PAO quase cometeu uma das maiores zebras da história do futebol europeu, vencendo o Ajax, campeão continental, em Amsterdam, mas deixando a vaga na final escapar em Atenas.


Apostolakis se aposentou do futebol ao fim da temporada 1998/1999. Investiu numa carreira de treinador depois, tendo pouco sucesso, mas ficando marcado por treinar a Seleção Grega na Olímpiada de 2004, em Atenas. Seu filho atualmente joga pelo APOEL Nicósia, do Chipre, tendo já passado inclusive pelo Panathinaikos.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações