Telê Santana pelo Madureira e ainda fazendo gol contra o Fluminense

Foto: arquivo

Telê Santana, como capitão do Madureira, em um amistoso contra o Santos FC

Telê Santana ficou marcado na história do futebol brasileiro por ter sido um dos melhores técnicos da história, recebendo a alcunha de "Mestre". Porém, Telê, que se estivesse vivo faria 89 anos neste 26 de julho de 2020, foi um grande jogador, sendo ídolo do Fluminense. Porém, o fato que contaremos hoje é de um jogo de Telê contra o Fluminense, defendendo o Madureira, no ano de 1963.

Mineiro de Itabirito, Telê começou no futebol em um time de sua cidade, o Itabirense. Em seguida, foi para o América de São João Del Rei. Em 1950, com 19 anos, foi para o Rio de Janeiro e, após uma passagem rápida pelo Botafogo, acabou indo para o Fluminense, onde teria uma belíssima história.

No Tricolor, Telê ficaria conhecido como o "Fio de Esperança", porque quando o jogo parecia perdido, ele aparecia e conseguia buscar resultados perdidos. Pelo Flu, ganhou dois Cariocas (1951 e 1959) e dois Rio-São Paulo (1957 e 1960). Em 1962, deixaria o clube e iria defender o Guarani.

Ainda em 1962, voltaria ao Rio de Janeiro, para defender o Tricolor, mas era outro, o Suburbano, como é conhecido o Madureira. Já na parte final de carreira, mas sem um time que poderia brigar por títulos, Telê Santana ainda tentava mostrar que ainda era o "Fio de Esperança".

Aliás, o Madureira daquela época tinha em Telê o suspiro de bom futebol. E a mostra disso foi em 28 de setembro de 1963, pelo Campeonato Carioca. O Madureira enfrentava justamente o Fluminense, o grande time da carreira do então "Fio de Esperança".


E nesse jogo Telê Santana mostrou o quanto gostava do Fluminense. O Tricolor, mais time, venceu com facilidade, por 5 a 1, mas o único gol do Madureira foi marcado por Telê. Embora aquele gol não tenha influenciado no resultado, Telê chorou ao final da partida por ter feito um gol em seu clube do coração.

Telê deixaria o Madureira e iria para Vasco, ainda em 1963, e encerraria a carreira como jogador no cruzmaltino no ano seguinte. A partir de 1969 começou a vitoriosa carreira como treinador, no próprio Fluminense, e ali o "Fio de Esperança" viraria o "Mestre".Telê Santana viria a falecer em 21 de abril de 2006, em Belo Horizonte.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Colabore

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações