Em 2003, o primeiro jogo do Brasileirão comandando por um trio de mulheres

Foto: Gazeta Esportiva

Ana Paula Oliveira, Silvia Regina de Oliveira e Aline Lambert

Em um 29 de junho, só que no ano de 2003, Silvia Regina de Oliveira, ao lado das assistentes Ana Paula Oliveira e Aline Lambert, entravam para a história do futebol brasileiro ao compor o primeiro trio de arbitragem feminino no Brasileirão daquele ano, durante o jogo entre Guarani e São Paulo, com vitória do Tricolor, por 1 a 0, no Brinco de Ouro em Campinas, pela 15ª rodada daquele que foi o primeiro certame nacional de pontos corridos.

O trio, juntas ou separadas, já era bem conhecido no futebol paulista, participando de vários jogos. Elas vinham se destacando e, mesmo com o machismo latente no futebol brasileiro (que existe até hoje) houve até uma certa pressão para serem escaladas em um jogo do Brasileirão. E isto acabou acontecendo naquele Guarani e São Paulo de 29 de junho de 2003.

O jogo foi truncado e o único gol da partida foi marcado aos 43 minutos. Jean tocou para Fábio Simplício, que entrou sozinho dentro da área enquanto a defesa do Guarani parou pedindo impedimento. A árbitra paulista Sílvia Regina não marcou e Simplício, meio sem jeito, abriu o marcador para o São Paulo.

Na sequência, Ruy chegou a balançar a rede para o Bugre, mas a auxiliar Aline Lambert marcou impedimento para reclamação geral dos torcedores e dos jogadores do time de Campinas. E assim, com dois lances capitais tendo definição importante do trio de arbitragem, o jogo acabou com a vitória do São Paulo.


Elas fizeram mais jogos, tanto do Estadual como do Brasileirão. Porém, com a aposentadoria de Silvia Regina, em 2007, um jogo de Brasileirão acabou sendo apitado por uma mulher apenas em 2019, no embate entre CSA e Goiás, comandado por Edina Alves, em 22 de maio. A própria Silvia Regina, nesta partida, foi a supervisora do VAR.

Ana Paula Oliveira também está envolvida com o "apito". Ela fez parte da Escola de Árbitro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e, atualmente, é a presidente da Comissão de Árbitros da Federação Paulista de Futebol (FPF). Já Aline Lambert, quando deixou de ser auxiliar, não trabalhou mais diretamente com futebol.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Colabore

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações