segunda-feira, 18 de maio de 2020

Fantástico denuncia 'jogo fantasma' entre Andraus-PR e Serrano-PB para esquema de apostas

Com informações do Paraná Portal e Fantástico
Foto: reprodução

Anúncio do jogo veiculado no Instagram @gremioserrano.
Porém, reportagem denuncia que a partida foi 'fantasma' e a postagem foi apagada

Pela segunda vez em 2020, a Rede Globo de Televisão denuncia esquema para levar vantagem em apostas em jogos de futebol no Brasil. Depois de desvendar um esquema de manipulação de resultados na Série C do Rio de Janeiro de 2019, no Esporte Espetacular, desta vez foi o Fantástico, no último domingo, dia 17, que reportou sobre um possível 'jogo fantasma' entre Andraus, do Paraná, e Serrano, da Paraíba, em 25 de março, em plena quarentena do coronavírus, que envolveu cerca de R$ 10 milhões nos sites de apostas.

Segundo a reportagem, este suposto amistoso esteve presente em mais de 200 sites na internet. Contudo, não há provas que o jogo aconteceu e, nesta data, os jogos de futebol no Paraná já estavam proibidos devido à Covid-19. Inclusive, nas mídias sociais, há algumas citações de fãs de futebol questionando a realização do jogo para a Federação Paranaense e CBF, por conta do período da quarentena.

Um Instagram do Serrano chegou a veicular anúncio de realização da partida, onde era claro que o jogo seria realizado com portões fechados. Porém, neste domingo, ao conferir o mesmo endereço na mídia social, a postagem foi apagada.


Matias Mendes, especialista de uma agência responsável por monitorar site de apostas, confirmou as suspeitas. Para ele, o jogo existiu “no site de apostas”, mas não há nenhuma cobertura, informação e nenhum registro nas redes sociais da existência da partida. De quebra, ainda afirmou que os números e resultados da partida “não são lógicos”. Um exemplo é que segundo tempo da suposta partida, o número de apostas cresce de forma fora do comum e, neste momento, o Serrano vira a partida e vence.

O presidente e dono do clube paranaense, Nadim Andraus, não falou ao Fantástico, mas o clube foi representado pelo advogado Marlus Dalledone. Segundo ele, o amistoso existiu para que o Andraus pudesse observar jogadores do Serrano. A equipe do Fantástico perguntou se havia provas do jogo e se o advogado poderia mandá-las para serem passadas e o advogado confirmou que mandaria. Porém, até o fechamento da reportagem, nenhum tipo de material foi enviado.

Imagem

Assim como o presidente do Andraus, o mandatário do Serrrano também não quis se manifestar e indicou um advogado. Ouvido pelo Fantástico, Lucas Bezerra disse que nenhum jogador do Serrano viajou ao Paraná para a partida. Ou seja, o Serrano atuou com atletas que não são seus. De acordo com ele, foram selecionados jogadores no próprio Paraná para realizar jogos-treino.

O Andraus, de acordo com a reportagem, chegou a fazer acordos com outros clubes para fazer mais quatro amistosos em plena pandemia, todos contra times pequenos e até inativos do Nordeste, mas os jogos não foram realizados, mesmo com ofícios apresentados pelo time paraense confirmando as partidas. Os presidentes de Zumbi-AL, Palmeira-RN e Confiana-PB negaram terem assinado os documentos. Já o mandatário do Barbalha-CE confirmou a firma no ofício.

Por fim, Hélio Cury e Michelle Ramalho, presidentes das Federações Paranaense e Paraibana de Futebol, foram surpreendidos com a informação e disseram que vão abrir processo administrativo para investigar o possível crime de estelionato.

Sites de score internacionais deram o resultado e os números da partida que pode não ter acontecido

Andraus já foi investigado - O empresário Nadim Andraus, dono do Andraus Brasil, já foi candidato a presidente do Athletico Paranaense e já foi mostrado em outra reportagem da Rede Globo. Em 2018, o Esporte Espetacular mostrou que Nadim era suspeito de manipulação de resultados com apostas feitas contra o próprio clube. Na época, ele negou os fatos e disse que era perseguido.

Além disso, Nadim também é conhecido por ter sido suspenso por 660 dias, com multa de cerca de R$ 60 mil, pelo TJD-PR (Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná). Na ocasião, os magistrados o condenaram por agredir o árbitro Luís Marcelo Casagrande na partida entre Andraus e Maringá, válida pela Taça FPF.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Um comentário:

  1. Esqueceram ainda de citar o caso contra o Iguaçu ano passad, onde pagaram o Grecal para ocasionar WO e consequentemente o Andraus ficar com a vaga. As apostas na segunda divisão são muio3mais atrativas

    ResponderExcluir

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações