segunda-feira, 18 de maio de 2020

Biro-Biro no Remo

Foto: reprodução

Biro-Biro atuou pelo Clube do Remo entre 1993 e 1994

Um dos maiores ídolos da história do Corinthians, Antônio José da Silva Filho, o Biro-Biro, está completando 61 anos neste 18 de maio de 2020. Ele, que começou a carreira no Sport de Recife, rodou o país depois de sair do Timão e, entre 1993 e 1994, defendeu o Clube do Remo, de Belém.

Volante de muita raça, Biro-Biro chegou a Belém para jogar no Leão em 1993. Logo de cara, conquistou o estadual. “Fizemos um Paraense maravilhoso, formamos duas esquipes competitivas. Tínhamos um bom time”, disse, em live organizada pelo próprio clube no domingo, dia 17.

Depois, em seguida, participou da campanha histórica da Séria A do Brasileiro, quando o Remo terminou a competição na sétima colocação, a melhor campanha de uma equipe do Norte na principal divisão nacional. "Apesar de saída de algumas peças, realizamos um bom campeonato. O que faltou foi dar sequência, pois muitos atletas machucaram e não tínhamos peças para repor e dar uma arrancada para chegar mais longe, tínhamos um time bom, mas não tivemos um grupo para substituir à altura", disse.

Biro-Biro recorda de um jogo onde caiu um muro na Curuzu, o estádio do rival Paysandu. "Aquele jogo da Curuzu que o muro caiu foi maravilhoso. Em seguida fomos para o Mangueirão e vencemos clássico. Já no Brasileiro contra a Portuguesa-SP me marcou muito, tanto o jogo em Belém, como em São Paulo (SP). Para conseguir a classificação no Canindé [estádio da Lusa] não foi fácil”, lembrou.


Contra a Portuguesa, em 1993, o Remo venceu em Belém por 5 a 2, o craque Dener, atuou pela Lusa e marcou um dos gols. No jogo de volta o Leão perdeu de 2 a 0, mas conseguiu a classificação para a próxima fase do Campeonato Brasileiro.

O ex-jogador lembra com carinho da passagem pelo clube paraense. "Quando eu fui para Belém realmente não esperava encontrar o que eu encontrei, uma torcida tão fanática, maravilhosa, que incentiva o time. O Remo, sem dúvida nenhuma, não fica atrás de muitos clubes grandes do futebol brasileiro. Fiquei muito feliz em estar podendo participar dessa torcida. Foi espetacular. Foi maravilhoso defender a camisa do Clube do Remo", finalizou.

Biro-Biro ainda ficou no Remo em 1994, onde ajudou a equipe a conquistar o bi-campeonato estadual. Saiu no meio do ano e depois passou por Botafogo de Ribeirão Preto e Nacional de São Paulo, onde encerrou a carreira em 1995.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações