segunda-feira, 16 de março de 2020

CBF finalmente tem a sensata atitude de parar o futebol no Brasil

Por Lucas Paes
Foto: divulgalção

A bola não vai rolar por competições nacionais

Não há mais como adiar planejamentos e fugir do óbvio. A pandemia do coronavírus está as vésperas de começar a afetar de fato a realidade brasileira e ações se tornam necessárias para evitar um caos ao nível do que acontece na Itália e em outros cantos europeus. No meio disso tudo, o futebol não pode passar incólume e a CBF tomou finalmente a sensata atitude de ordenar a paralisação das competições nacionais no Brasil. Já começa inclusive o planejamento do adiamento dos jogos da temporada do Brasileirão e se fala até em mudanças de calendário, mas o importante é que o futebol, infelizmente, tem de fato de estar paralisado no momento.

Vivemos, com o COVID-19, uma situação que jamais foi presenciada pela nossa geração do que pode se tornar uma das maiores, ainda que não seja uma das mais mortais, pandemias da história. Jogadores de futebol são, antes de heróis de tanta gente, antes de espelhos, ídolos, pessoas normais como todos nós. São pessoas que tem família, que tem entes queridos mais velhos e que também devem se proteger do corona. Ainda que o corpo de um atleta faça com que seja improvável (para não dizer impossível) que hajam complicações, a chave para resolver o problema do corona ainda está em frear o contágio.

O futebol, como evento de massas e esporte de contato é um prato-cheio para o vírus, quase como um banquete de corpos para parasitar. Estádios com 30, 40, 50 mil torcedores e os próprios jogadores e dirigentes. Não é seguro esse tipo de deslocamento e aglomeração de pessoas num momento em que se apela para evitar o máximo exatamente este tipo de coisa. A Itália, em situação insustentável, parou a temporada. O exemplo foi seguido por outros países, como Espanha, Alemanha e Inglaterra. A Eurocopa será adiada e talvez até a Olimpíada. No Brasil, que ainda vive a expectativa da eclosão de casos, parar a temporada do futebol é uma atitude correta e certeira.


Muito se fala sobre a questão dos portões fechados e sobre a questão do calendário, mas pouco disso importa no momento. Agora é a hora de se concentrar na prevenção de uma eclosão de uma pandemia que pode deixar o país e o mundo em frangalhos econômicos a curto e longo prazo. Além de todo o impacto humano das mortes que podem ocorrer. O futebol, neste momento, está não só em segundo, como em último plano.

A CBF de tantos erros, de tantos problemas, também merece elogio quando acerta e a decisão de parar tudo é um enorme acerto no meio do eclodir da crise
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações