Paulo Borges: um dos heróis do "quebra-tabu" corintiano

Foto: Acervo Lance!

Paulo Borges em ação pelo Corinthians. Abriu o placar no jogo do "quebra-tabu"

Um dos maiores jogadores do futebol brasileiro, se estivesse vivo, Paulo Borges completaria 75 anos neste 24 de dezembro de 2019. O atacante foi um dos principais jogadores do Bangu no título Carioca de 1966 e abriu o marcador para o Corinthians no famoso jogo do "quebra-tabu", quando finalmente o Timão vencia o Santos no Campeonato Paulista depois de 11 anos.

Nascido em Itaocara, no Rio de Janeiro, Paulo Borges começou no Bangu, subindo à equipe profissional do Alvirrubro em 1962, quando tinha apenas 17 anos. O ponta-direita começou a chamar a atenção de muita gente, por ser atrevido e não ter medo de partir para cima dos adversários. Além disso, fazia muitos gols.


No Bangu, atingiu o ápice em 1966. Primeiro, esteve nas primeiras convocações para a Copa do Mundo daquele ano. Porém, na bagunça daquela preparação, acabou ficando de fora da lista final, não viajando para a Inglaterra. Mas, o ano ainda seria magnífico, já que o Alvirrubro conquistou o Campeonato Carioca e ele foi o artilheiro. No ano seguinte, repetiu o feito e liderou a tabela de goleadores do Rio de Janeiro.

No Bangu, em destaque

Todo este desempenho fez com que o Corinthians fizesse esforços para contratá-lo. O Risadinha, ou Gazela, apelidos que ganhou durante a preparação para a Copa do Mundo de 1966, não poderia ter uma estreia melhor. Em 23 de fevereiro de 1968, Paulo Borges abriu o marcador na vitória por 2 a 0 sobre o Santos, quebrando um tabu que durava 11 anos que o Timão não batia o Peixe em jogos do Campeonato Paulista. O segundo gol na partida foi de Flávio Minuano.


Jogou no Timão até 1974. Em 1972, foi emprestado ao Palmeiras, onde não conseguiu ter o  mesmo desempenho da época do rival. Ainda defendeu o Pontagrossense, do Paraná, o Nacional de Manaus e encerrou a carreira no Vasco da Gama, em 1975. 

Em 15 de julho de 2011, o grande Paulo Borges nos deixou, aos 66 anos. Ele foi vítima de um câncer no pulmão. Ele foi sepultado no Cemitério da Saudade, em Americana, no interior do estado de São Paulo. Mas sua classe dentro de campo ficou para sempre na memória dos fãs de futebol.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Colabore

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações