terça-feira, 17 de dezembro de 2019

Adriano Gabiru e o gol mais importante de sua carreira

Por Victor de Andrade
Foto: Kazuhiro Nogi/AFP

Adriano Gabiru comemorando o gol mais importante de sua carreira

O dia 17 de dezembro de 2006 é provavelmente a data mais feliz da história do Internacional. O torcedor colorado nunca esquece quando Adriano Gabiru recebeu a bola de Iarley, passou por Beletti e tocou na saída de Victor Valdéz. Com aquele gol, o time gaúcho sagrava-se campeão do mundo, vencendo o então poderoso Barcelona, de Ronaldinho Gaúcho (revelado pelo rival Grêmio). Porém, o autor do tento foi bem improvável naquela noite em Yokohama, no Japão, manhã no Brasil.

Nascido em 11 de agosto de 1977, em Maceió, Adriano Gabiru começou a jogar no CSA, de sua cidade natal. Logo quando subiu aos profissionais, foi destaque no título alagoano na equipe. Isto acabou chamando a atenção de vários clubes e em 1998 ele aportou na Arena da Baixada, para defender o Atlético Paranaense.

No Furacão, Adriano Gabiru começou a se destacar, sendo um dos grandes nomes da equipe nas duas temporadas seguintes, ao lado do centroavante Lucas. Suas atuações fizeram com que Vanderlei Luxemburgo o convocasse para a Seleção Brasileira Sub-23, mas mesmo atuando no Pré-Olímpico, ficou de fora dos Jogos Olímpicos de Sidney, em 2000. Porém, em seguida, foi emprestado ao Olympique de Marselha.

Em 2001, voltou para o Atlético Paranaense, onde conquistou o Brasileirão de 2001 e em 2003 chegou a ser convocado para a Seleção Brasileira principal, por Carlos Alberto Parreira, disputando a Copa das Confederações, na França. Em 2004, foi emprestado ao Cruzeiro, onde teve uma passagem discreta. Já não rendendo mais como antes, o Atlético Paranaense acabou o negociando com o Internacional.

No início de 2006, aportou no Beira-Rio. Porém, não conseguiu se firmar no Colorado. O técnico Abel Braga não o dava muitas chances e o time ia bem sem ele, tanto que conquistou a Libertadores. Chegou a até não ser relacionado para algumas partidas no ano e pensaram em não levá-lo para o Mundial de Clubes. Porém, Adriano Gabiru foi convocado para o torneio, para a sorte dos torcedores.

Com um time que tinha nomes que estavam bem, ninguém esperava que Gabiru entrasse no jogo contra o Barcelona. Os torcedores estranharam quando Abel Braga o colocou no lugar do cansado Fernandão, que era o capitão da equipe e naquele momento já tinha o status de ídolo. Mas o destino prega peças e desta vez foi em favor de Adriano Gabiru e o Internacional.

Aos 37 minutos do segundo tempo, Iarley (o melhor do Internacional no jogo) dominou e armou toda a jogada. Esperou a definição da defesa do Barcelona e serviu Adriano Gabiru. O herói improvável dominou a bola, deixou Beletti no chão e finalizou. Victor Valdéz até tocou na bola, mas ela foi morrer no fundo das redes. Era o título mais importante da história do Internacional e o gol mais importante da carreira de Adriano Gabiru.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações