quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

♩♪♫♬ Fio Maravilha, faz mais um pra gente ver...

Fio Maravilha jogou sete anos pelo Flamengo

♩♪♫♬ 
Foi um gol de anjo um verdadeiro gol de placa
Que a magnética agradecida assim cantava
Fio maravilha,
Nós gostamos de você
Fio maravilha,
Faz mais um pra gente ver ♩♪♫♬

Quem diria que uma das músicas mais famosas de Jorge Benjor viria de um centroavante caneludo, mas que fazia muitos gols pelo time de maior torcida do Brasil, o Flamengo, que também era o clube do coração do cantor, que é um dos mais populares do país. Estamos falando de Fio Maravilha, atacante que defendeu o Rubro Negro entre 1965 e 1972.

João Batista Sales, o Fio Maravilha, nasceu em Conselheiro Pena, em Minas Gerais, no dia 19 de janeiro de 1945. Irmão do ponta Germano, que jogou no próprio Flamengo, Palmeiras e Milan, o centroavante foi para o Rubro Negro carioca, onde subiu para os profissionais em 1965 e logo em seu primeiro ano foi campeão estadual.

Após fazer um gol pelo Rubro Negro

O Flamengo não viveu bons momentos nos anos seguintes e o folclórico jogador, de dentes grandes e banguela, apesar de desengonçado, fazia gols e caia nas graças de uma torcida sedenta por conquistas. Ele seria campeão novamente pelo Flamengo em 1972, na época em que Jorge Ben (sim, na época não tinha o 'jor' no nome) compôs a música, que viria a ser um dos grandes sucessos de sua carreira.

Mas se você acha que Fio Maravilha ficou satisfeito com a homenagem, se enganou. Ele, atiçado por 'amigos' resolveu processar o cantor, exigindo direitos sobre o nome. No final, acabou duplamente derrotado: além de perder na Justiça, e ter que arcar com todos os honorários do processo, Jorge Benjor mudou a letra para "Filho Maravilha", para que não houvesse mais nenhum problema. O jogador, que tinha ficado mais conhecido pela música do que pelo seu talento dentro de campo, acabou sendo esquecido.

Com Zico, em foto mais recente

Em uma entrevista dada em 2007 para o repórter da Rede Globo George Guilherme, que passou no programa Esporte Espetacular, Fio Maravilha se disse arrependido pelo processo e que pedia para o músico voltar a cantar a música com a letra original.

Voltando ao futebol, Fio Maravilha, após sair do Flamengo, defendeu no Brasil Avaí, Paysandu, CEUB de Brasília, Desportiva Ferroviária (onde foi campeão Capixaba de 1977) e São Cristóvão. Em 1980, ele foi para os Estados Unidos, onde defendeu as equipes do New York Eagles, Monte Belo Panthers e San Francisco Mercury, onde encerrou a carreira em 1981.

A música de Jorge Ben

Após pendurar as chuteiras, Fio Maravilha continuou morando nos Estados Unidos, mais precisamente em São Francisco, onde virou entregador de pizza e vive até hoje. Podemos dizer sim que Fio Maravilha ficou mais famoso pela música e todo o processo que a envolveu do que seus lances dentro de campo.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Um comentário:

  1. Fio no são cristovao fez 2 gols no Flamengo, numa vitória dos cadetes em pleno maracanã por 3x2

    ResponderExcluir

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações