Serginho Chulapa no Corinthians

Serginho Chulapa teve uma passagem apagada pelo Corinthians

Nascido em 23 de dezembro de 1953, em São Paulo, Sergio Bernardino, ou Serginho Chulapa, foi um dos grandes centroavantes do Futebol Brasileiro. Sem ter tanto trato com a bola, o jogador usava a força física e a facilidade para finalizar para de dar bem nos gramados. Ídolo no São Paulo e no Santos, além de titular da Seleção Brasileira na Copa de 1982, Chulapa teve uma passagem apagada pelo Corinthians. E é essa história que vamos contar agora.

Já consagrado por sua passagem pelo São Paulo e Seleção Brasileira, Serginho Chulapa atuava pelo Santos FC (time que torcia na infância e fez questão de defender) e continuava com seu faro de gol apurado, tendo sido artilheiro de quase todas as competições que participou com a camisa branca do time praiano e sagrou-se campeão paulista de 1984. Isso chamou a atenção do Corinthians, que com o dinheiro da venda de Sócrates, queria montar um grande time para 1985.

Comemorando um dos 14 gols que fez pelo Timão

Os dirigentes do Timão e o jogador negociaram e no início do ano, Serginho era apresentado no Parque São Jorge. Além do centroavante, o Corinthians foi às compras, literalmente, e contratou um grande pacotão, que contava com nomes como Hugo de León e Dunga. A Fiel Torcida, empolgada com os nomes que chegaram mais os ídolos Casagrande, Wladimir e Biro Biro, e a imprensa paulistana apelidaram o time, antes de começar a jogar, de "Seleção Corintiana".

Em uma entrevista para a Gazeta Esportiva, já quando tinha parado de jogar, Serginho explicou a situação. “Fui para o Corinthians contra a minha vontade. Eu não queria sair do Santos, né? Mas, como o time estava com problemas financeiros, o (Milton) Teixeira (presidente à época) me chamou e falou: ‘Olha, você vai para o Corinthians’. Eu falei: ‘Está bom’. Aí fui lá e deu para ver que não fui bem recebido, porque em 84 a gente disputou o título e ganhamos em cima deles”.

Com o uruguaio De León

Com esta declaração, já deu para imaginar como foi o desempenho de Serginho Chulapa pelos lados do Parque São Jorge. E o grande problema nem estava tanto nele, já que a tal "Seleção Corintiana", que era tão falada e respeitada no papel, não deu certo dentro do gramado. Só para se ter uma ideia, o Timão foi 16º no Brasileirão, disputado no primeiro semestre de 1985, e quinto no Paulistão.

Polêmico, Serginho não tinha papas na língua e ainda em outubro de daquele ano, ainda fazendo parte do elenco do time, ele declarou que gostaria de voltar ao Santos, pois já estava em "ritmo de férias" no Parque São Jorge. E realmente foi o que aconteceu: no início de 1986, depois de ter o contrato rescindido com o Timão, o centroavante voltava ao Peixe e em sua apresentação deu outra cutucada em seu ex-clube. "Estou de volta, depois de um ano de férias no Corinthians". Ele gosta tanto do Peixe quanto da cidade de Santos que até hoje reside na Baixada e trabalha no clube.

Reportagem da TV Globo sobre a ida do jogador para o Timão

No Timão, segundo dados do Almanaque do Corinthians, do espetacular jornalista Celso Unzelte, Serginho Chulapa fez 38 jogos com a camisa do Timão e marcou 14 gols. Até que não foram números tão ruins, mas como ele mesmo diz, não era vontade dele de estar ali. Apesar de tudo, por ter grandes amigos que defenderam o time, Serginho já foi visto jogando pelo masters do Corinthians. Bom, ele até hoje não dispensa um bate-bola com os camaradas.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores, trazendo novidades e curiosidades do Futebol. Fale conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Total de Visualizações