Há 36 anos, França conquistava sua primeira Eurocopa

Por Lucas Paes
Foto: David Cannon/Getty Images

Jogadores franceses comemoram o título europeu de 1984

A França é um dos países mais tradicionais do futebol. Uma das associações fundadoras da Federação Internacional de Futebol (FIFA) e com grandes campanhas já no principio das Copas do Mundo, os Bleus demoraram algum tempo para decolar no que se refere aos títulos com a seleção nacional. Foi só já nos anos 1980 que os franceses conquistaram seu primeiro grande troféu no futebol, com o título da Eurocopa de 1984, conquistado em 27 de junho daquele ano, diante da Espanha.

O torneio foi disputado justamente no país que seria campeão naquela edição. Os principais destaques dos Bleus eram o goleirão Bats e, é claro, um tal de Michel Platini. Do lado espanhol, os destaques vinham em boa parte da Quinta del Butre, do Real Madrid, mas o próprio Butragueño era reserva da Fúria. O grande destaque era o atacante Santtillana, que apesar de não vir do Castilla, era um dos destaques do Madrid daquela época.

Os donos da casa iniciaram sua trajetória num grupo com Dinamarca, Bélgica e Iugoslávia com um triunfo por 1 a 0 pra cima dos dinamarqueses, depois golearam a Bélgica por 5 a 0 e venceram os iugoslavos por 3 a 2. Na semifinal, os Bleus bateram Portugal na prorrogação, com um duelo que teve 3 gols no tempo extra, após um empate por 1 a 1, terminando em 3 a 2 para os donos da casa. Já a Fúria estava com Alemanha Ocidental, Romênia e os lusos no seu grupo. E teve dois empates nos dois primeiros jogos contra os romenos e contra os lusitanos, ambos por 1 a 1. O gol de Maceda contra os germânicos garantiu a vaga na fase final. Nas semis, a Espanha bateu a Dinamarca nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal.


Na decisão, o Parque dos Príncipes estava completamente abarrotado para apoiar a Seleção Francesa na decisão. Nervoso, o duelo terminou sem gols no primeiro tempo, mesmo com chances para os dois lados. Foi só aos 13' da etapa final que Platini contou com uma colaboração crucial de Arconada numa cobrança de falta parar abrir o marcador. No meio da pressão espanhola pelo empate, Le Roux foi expulso aos 40 minutos do segundo tempo. No apagar das luzes, porém, Bellone marcou o segundo, deu números finais a partida e fez a festa francesa em Paris.

O título foi a redenção da geração de Platini, que chegaria forte na Copa do Mundo de 1986, onde os franceses só foram parados nas semifinais pela Alemanha. O craque, que na época já estava na Juventus de Turim, foi o artilheiro daquela edição da Eurocopa, marcando um total de 9 gols, mais da metade dos 15 marcados pelos Bleus na competição. O país da Torre Eiffel só voltaria a conquistar uma taça 14 anos depois, com a Copa do Mundo ganha em casa. Recentemente, Pogba, Giroud, Kante e cia. Conquistaram o segundo título mundial da sua seleção, em 2018.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Colabore

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações