segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

O centroavante Kalil e a feliz semana de estreia pela Portuguesa Santista

Por Victor de Andrade
Foto: Flavio Hopp

Kalil comemorando o gol que deu a vitória à Briosa, contra o Rio Claro, no domingo

Um jogador que estava sem clube desde agosto de 2019, é avaliado na pré-temporada de um clube que nos dois primeiros jogos não vence. É inscrito na competição em uma segunda-feira, vai para o banco na quarta, entre no intervalo, faz o primeiro dos dois gols da vitória como visitante, vira titular na partida seguinte, no domingo, e marca o tento do triunfo na partida em casa. Esta história aconteceu com o centroavante Kalil, da Portuguesa Santista, nos últimos dias, no Campeonato Paulista da Série A2 de 2020.

"Sem sombra de dúvidas, foi a semana mais feliz da minha vida. Sonho toda noite em fazer gols e ajudar a equipe e estava vindo de um momento muito difícil, pois estava sem clube desde agosto do ano passado. Em graças à Deus eu ingressei na equipe da Portuguesa Santista, a oportunidade bateu em 'minha porta' e estou feliz de ter aproveitado a chance", disse o jogador, na coletiva após a vitória da Briosa sobre o Rio Claro, por 2 a 1, de virada, no domingo, dia 2, em Ulrico Mursa.

O gol da vitória foi marcado nos acréscimos e, por isto, a comemoração acabou sendo exaltada. "Foi muita adrenalina. Dominamos o jogo, mas tivemos que buscar o resultado. O time acreditou até o fim que era possível conseguir a virada, não desistimos e fui feliz de marcar o gol da vitória. Por isto comemorei muito", disse.


Kalil foi avaliado pela Comissão Técnica da Briosa, comandada por Sérgio Guedes, durante a pré-temporada. Saiu no BID da CBF no dia 27, segunda-feira da semana passada. Na quarta, dia 28, foi para o banco na partida contra o Audax, entrou no intervalo e fez um dos dois gols na vitória fora de casa. Domingo, contra o Rio Claro, em Ulrico Mursa, vestiu a camisa 9 e marcou o tento do triunfo, nos acréscimos.

Carreira - Kalil começou nas categorias de base do São Paulo. Depois, foi para o Criciúma, onde estreou no profissional em 2016. Chegou a ser emprestado para o Albirex Niigata, do Japão, voltou para a equipe catarinense e, no ano passado, defendeu o União Rondonópolis, do Mato Grosso. Nos times por onde passou, sempre teve a característica de jogar em esquemas com "falso 9".

"Eu vim de equipes que trabalham com um centroavante que sai mais da área, que faz a parede e até ajudar o meio-de-campo quando o time está sem a bola. O treinador Sérgio Guedes está trabalhando comigo também dentro da área, para aproveitar os lances, principalmente rebotes, para que eu esteja atento e possa marcar os gols. Esta é a vantagem do centroavante".

Apesar dos bons jogos defendendo a Briosa, Kalil mantém a humildade e quer continuar a trabalhar forte para ajudar a Briosa na busca dos objetivos na temporada. "Agradeço à Deus, à minha família e aos meus companheiros, que estão me dando todo o respaldo. Agora é manter os pés no chão, continuar trabalhando e focado para ajudar a Portuguesa Santista com gols".


Portuguesa Santista - A Briosa fez, até o momento, quatro partidas no Paulistão A2. Estreou perdendo para o Sertãozinho, fora, por 2 a 1, e empatou com o Atibaia, em casa, em 0 a 0. Porém, nos dois últimos jogos, o time Rubro Verde se recuperou e bateu o Audax, por 2 a 0, como visitante, e o Rio Claro, por 2 a 1, em Ulrico Mursa.

Com os últimos resultados, a Portuguesa Santista deu um salto na classificação e agora ocupa a quinta colocação, com sete pontos. O próximo compromisso da Briosa é contra a xará paulistana, a Lusa, na quarta-feira, dia 5, às 20h30, no Canindé, em São Paulo.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações