sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

Vai começar o Paulistão da Série A3

Por Lucas Paes



Neste fim de semana tem início mais uma edição do Campeonato Paulista da Série A-3. O campeonato segue o formato dos anos anteriores, com jogos todos contra todos e depois o mata-mata. São 16 times na competição e os dois piores serão rebaixados para a "Bezinha" de 2021. Os finalistas subirão para a série A2 de 2019. O torneio terá inicio com várias partidas na tarde de sábado, dia 25. A única grande mudança é que agora a melhor campanha não classifica mais com dois resultados iguais, apenas dá a vantagem do mando.

Barretos

O elenco do Barretos para a Série A3 (Foto: Divulgação)

Comandado por Ricardo Morais, o Touro vem para 2020 tentando voltar novamente à série A2. Sem conseguir a vaga na decisão devido a possível saída do Red Bull. O Touro tem em seu elenco muitos jogadores experientes e busca usar desta rodagem para fazer um bom campeonato. Entre os destaques temos o zagueiro Xandão, ex-jogador de São Bento e Botafogo de Ribeirão, o meia Branquinho, que atuou recentemente no Taubaté e no ataque AAnderson Magrão, que esteve no time da Briosa que subiu da A3 em 2018. É com essa bagagem que o Touro tenta voltar a A2.

Batatais

O Batatais quase não disputou a A3 em 2020
(Foto: Jornal de Batatais)

Comandado por Edson Abobrão, o Batatais quase não disputou a A3 desse ano devido a uma suspeita de manipulação de resultados no ano anterior, acabando beneficiada por uma pena menor. Com isso, o Fantasma tem mais preocupação em se manter na divisão do que qualquer outra coisa. Entre os destaques do elenco, o zagueiro Gustavo Henrique, outro que tem experiência de acesso na divisão, também com a Briosa. No mais, o elenco é relativamente jovem. 

Capivariano

O Capivariano fez amistoso contra o São Bento
(Foto: Neto Bovino/São Bento)

Com várias batidas na trave em anos recentes, o Leão esse ano tenta finalmente sair do quase e voltar para a Série A2. O Capivariano tem em seu comando outro velho conhecido do torcedor da Briosa, Ricardo Costa, campeão com a equipe da "bezinha" em 2016. O elenco manteve peças do ano passado e mesclou com reforços. Outros dez jogadores vem do time que jogou a Copa São Paulo em 2020. Segundo o próprio Ricardo Costa, o destaque do time terá de ser o coletivo, que tentará reforçar qualidades individuais.

Comercial

Roverval Davino é o treinador do Comercial
(Foto: Reprodução EPTV)

O tradicional time de Ribeirão Preto tenta novamente voltar para a série A3. O Leão morreu nas quartas de final no ano passado e agora tentar ir mais longe. Alguns jogadores permaneceram no elenco, como o lateral Cortez e outros foram contratados ou promovidos da base. Roberval Davino contará com um elenco um pouco mais reduzido para essa temporada. Entre os destaques do time estão o atacantes Daniel Bueno e Laionel e o meia Sabiá. O alvinegro também deixou três vagas em aberto nas inscrições.

Desportivo Brasil

O Desportivo Brasil fez jogo-treino contra a Ponte
(Foto: Guilherme Martins/PontePress)

O Dragão Chinês segue na tentativa de buscar uma vaga na série A2. O time será comandado por Elio Sizenando e trouxe reforços para melhorar parte da base que vem da Copa Paulista. Alguns jogadores também subiram da equipe eliminada pelo Inter na Copinha. Entre os destaques, o meia José Mendes. O Desportivo conta com alguns problemas esse ano, mas se espera que possa chegar ao mata-mata.

EC São Bernardo

O zagueiro Alexandre segue no São Bernardo em 2020
(Foto: Divulgação)

Comandado por Renato Peixe, o Bernô tenta antes de mais nada conseguir fazer um campeonato tranquilo, para depois pensar em coisas maiores. Entre os destaques do curto elenco alvinegro, os meias Vinicius Barba e Francisco Alex aparecem, o segundo sendo revelado na famosa base do Cotia, do São Paulo FC. O ataque conta com quatro atletas e o recém contratado é o volante Willian, que tentará ajudar o Bernô à alcançar lugares mais altos.

Grêmio Osasco

Bruno Liu Lourenço já treinou o Bragantino
(Foto: Futebol Interior)

O Osasco passou por alguns problemas já antes mesmo de começar a divisão. Com a saída de Luiz Carlos antes da competição, o GEO promoveu Bruno Liu Lourenço. Com elenco mais reduzido, a equipe da grande São Paulo pensa em primeiro se livrar de um possível rebaixamento para depois poder pensar em vôos mais altos na competição.

Linense

O Linense busca voltar a série A2
(Foto: Divulgação)

Recém rebaixado, o Elefante não quer ficar muito tempo na Série A3 e quer voltar a A2 logo. João Valim terá a missão de levar sua equipe para a Série A3. O time, há exemplo de outros, manteve boa parte da base e trouxe alguns reforços pontuais. João Valim tentará levar o elenco do Elefante de volta para a Série A2, ou pelo menos evitar outro descenso que seria tráfico para a euipe.

Marília

O Marília foi vice-campeão da bezinha em 2019
(Foto: Gustavo Amorim/Paulista)

O vice-campeão da Bezinha já começara a competição com desfalques "adquiridos" nos treinos. Com Júlio Sérgio no comando, o MAC já não poderá contar com alguns de seus titulares. Entre os desques do time aparecem o atacante Dener. O MAC tenta finalmente voltar a série A2, depois de anos fora e mescla expriência com juventude para conseguir isso. Mas, nem sempre quem sai da bezinha consegue ir bem na A3.

Nacional

Treino do Nacional para a Série A3
(Foto: Deivid Silva)

Se o Marília subu, o Nacional subiu. O Naça sofreu muito na A2 de 2019 e acabou rebaixado ao fim da competição. Agora, a equipe paulistana tenta se recuperar do baque da queda. Entre os reforços, o time da Barra Funda trouxe o goleiro Luiz Henrique, que jogava no Rio de Janeiro. Tuca Guimarães tem em seu elenco alguns remanescentes do desceso. Emerson Mi e PH são destaques da equipe, que tentará voltar imediatamente a série A2.

Noroeste 

O treinador Luiz Carlos Martins comandará o Norusca
(Foto: Futebol Interior)

O Norusca vem como foco total no acesso em 2020. Contratando o rei do acesso Luiz Carlos Martins para comandar o time, o Norusca tem em seu elenco nomes que conhecem o alvirrubro, como o meia França, além de diversos jogadores experientes em disputas de acesso, como o goleiro Pablo, da base do São Paulo que teve boa passagem pela Briosa em 2014. Começando a preparação cedo, o Noroeste é um dos favoritos ao acesso para a Série A2.

Olimpia

O Olimpia já trocou três técnicos antes da A3
(Foto: Reprodução/Facebook)

O Olimpia não vem nada bem para a disputa da A3. O Galo teve três demissões de treinadores nos últimos 50 dias e vive momentos de instabilidade. Alexandre Ferreira comandará a equipe na série A3. Apesar de trazer reforços, os problemas de comando fazem com que a briga do Olimpia seja contra o descenso. Ficar na A3 já será uma vitória para o time de Niquinha.

Paulista

Edson Fio será o treinador do Paulista na A3
(Foto: Gustavo Amorim/Paulista)

O campeão da bezinha é outro que entra bem cotado na Série A3 pela sua tradição. Edson Fio comandará o Galo, que tem em seu elenco remanescentes da conquista da Bezinha, somados com alguns reforços. Para a estreia, porém, o Paulista terá apenas 15 jogadores regularizados. O objetivo do Paulista inicialmente pode até ser permanecer, mas se a camisa pesar, quem sabe o tricolor sonhe com o acesso.

Primavera

Daniel Sabino é o treinador do Primavera
(Foto: Futebol Interior)

O Fantasma será comandado por Daniel Bandino e tenta esse ano melhorar o desempenho do ano passado, quando o time de Indaiatuba sequer foi ao mata-mata. O elenco não tem nenhum grande nome, mas tentará se destacar pelo aspecto coletivo. O principal jogador é o meia Mateus Silva, que jogou pelo CRB na Série B do Brasileirão em 2019. O objetivo inicial do Primavera é permanecer na série A3, mas é possível sonhar com o acesso numa divisão equilibrada como a A3.

Rio Preto

O Rio Preto perdeu jogo treino para o Mirassol
(Foto: Léo Roveroni/Agência Mirassol)

Outro que decepcionou no ano passado, o Rio Preto trouxe um pacotão de reforços para a Série A3 desse ano. Régis Angeli tem inicialmente 17 jogadores a sua disposição, num elenco relativamente curto. Gabriel Barcos é o grande destaque de um elenco com poucos nomes conhecidos. No último amistoso preparatório, o alviverde levou uma goleada do Mirassol, o que acende o sinal amarelo para a disputa da série A3.

Velo Clube

Jogadores do Velo treinando para a estreia
(Foto: Renan Rigo)

Tradicional, o time de Rio Claro vem de decepcionante eliminação depois da linda campanha na primeira fase de 2019 e tenta esse ano voltar a série A2. Cléber Gaúcho tem em seu elenco nomes como o atacante Edu Gonçalves, destaque do Capixabão em 2019 e que promete agitar o ataque do rubro-verde. O Velo trouxe 14 reforços para seu elenco, buscando conseguir o acesso que fugiu em 2019.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações