segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

Víctor Aristizábal no Valencia

Foto: arquivo Valencia

São raras as imagens do colombiano com a camisa do Valencia

Um dos maiores atacantes do futebol colombiano, Víctor Hugo Aristizábal, nascido em 9 de dezembro de 1971, em Medellin, fez muito sucesso com a camisa do Atlético Nacional e também no futebol brasileiro, onde defendeu São Paulo e Santos, em uma primeira passagem, e Vitória, Cruzeiro e Coritiba em uma segunda. Porém, poucos lembram, mas ele jogou no futebol europeu. Em 1994, o "Escorpião" jogou pelo Valencia, da Espanha, em uma fase não muito boa na carreira do atacante.

Aristizábal começou no Atlético Nacional, de Medellin, onde se destacou nas categorias de base e foi alçado à equipe profissional em 1989, com apenas 18 anos, um pouco depois da equipe ter conquistado a Copa Libertadores. Jogador novo, suas apresentações o fizeram ir para a seleção olímpica colombiana, que disputou os Jogos de Barcelona, em 1992, e em 1993 para o selecionado principal. Aristizábal esteve entre os 22 jogadores que defenderão o time cafeteiro na Copa do Mundo dos Estados Unidos, em 1994.


No mesmo ano, antes da Copa do Mundo, o Valencia, vendo futuro no "Escorpião" (apelido dado ao atacante por ele ter feito um gol com uma jogada semelhante à do goleiro compatriota Higuita) e sabendo que a Colômbia tinha uma geração que chamava a atenção (vale lembrar que, um ano antes, os cafeteiros golearam a Argentina, em plena Buenos Aires, por 5 a 0), resolveu apostar no atacante de, então, 22 anos.

Aristizábal chegou ao Valencia com fama de matador e com um bigode que "impunha respeito". O cartaz de apresentação até foi bom, já que marcou um gol em um amistoso. Porém, o que se viu depois acabou sendo uma decepção. Aristizábal ficou apenas dois meses no clube espanhol, fez apenas sete jogos, não balançou as redes mais, e acabou devolvido ao Atlético Nacional após a curta experiência. No Valencia, diziam que o "Escorpião" veio sem veneno, em alusão ao seu apelido.


O atacante voltou ao seu clube de origem e retornou a atuar bem. Em 1996 foi vendido para o São Paulo, onde fez boas apresentações, mas perdeu espaço no clube antes da Copa de 1998. Porém, ele foi ao Mundial e quando voltou foi emprestado ao Santos, onde teve uma grave lesão. Depois, voltou ao Atlético Nacional, chegou a passar pelo Deportivo Cali e em 2002 foi para uma segunda aventura no Brasil, onde defendeu o Vitória e depois Cruzeiro, em 2003, onde foi titular em um time que conquistou tudo, e Coritiba, em 2004. Em 2005, voltou para o seu clube de origem, onde encerrou a carreira em 2007.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações