O título do Etti Jundiaí na Série C de 2001

Por Lucas Paes
Foto: Revista Placar

O Etti Jundiaí campeão da Série C em 2001

O Paulista de Jundiaí é um dos clubes mais tradicionais do interior paulista. Ao longo dos anos, o Galo de Jundiaí já conquistou títulos como a Copa do Brasil e títulos nacionais. Entre eles, uma campanha de destaque em 2001, quando com o apoio da Etti, empresa da Parmalat, o Paulista ganhou a Série C de 2001. 


A parceria com a Etti começou ainda em 1998. Porém, foi só em 2001 que a parceria marcou a história do Galo. A classificação do Paulista, ou melhor, do Etti, veio graças ao título da Série A2 de 2001, que de quebra colocou o Galo na elite do futebol paulista. O Galo conquistou o título pra cima do Santo André, e com a taça garantiu vaga para fazer história na terceira divisão do Brasileirão de 2001. Aquilo seria, de certa forma, o primeiro passo para a era de ouro do Paulista, que quase chegou a Série A do Brasileirão anos depois e conquistou a Copa do Brasil em 2005.

Contando com nomes como Ricardinho, que recentemente foi destaque na Briosa quando a Portuguesa Santista foi campeã da Bezinha, Vagner Mancini, Maurinho, lateral do Santos em 2002 e do Cruzeiro em 2003, entre outros nomes, a equipe voou para a Série B e para o titulo.  

Sob o comando de Giba, o Tricolor iniciou o campeonato no grupo G, ao lado de América do Rio de Janeiro, Bangu e Atlético Sorocaba, Madureira, Olaria e Santo André, o Tricolor estreou vencendo o Santo André, no ABC, por 2 a 1. Depois, empate sem gols com o Atlético e vitória por 3 a 1 sobre o Madureira. Depois, goleada por 4 a 0 sobre o América, vitória sobre o Bangu, no Rio e empate com o Olaria, no Rio. A equipe paulista seguiu buscando seus resultados, fechando a primeira fase como líder do grupo, com 8 vitórias, dois empates e duas derrotas. 

Na segunda fase, o time de Jundiaí pegou outra vez o Madureira, além de Juazeiro, Ipatinga e Independente (Pará). Outra vez, o Galo terminou lider, com vitórias contra todos os times do grupo, com direito a goleada por 5 a 0 sobre o Juazeiro, fora de casa. Com os 12 pontos conquistados, o Etti foi como líder para a fase final, para poder buscar o acesso. Foram quatro jogos disputados nessa fase, com quatro vitórias, 13 gols marcados e apenas dois sofridos, um desempenho absurdo.

Na fase final, Etti, Mogi Mirim, Guarany de Sobral e Atlético Goianiense disputavam o acesso. O tricolor estreou com vitória contra o Atlético, por 3 a 2, fora de casa e depois venceu o Mogi Mirim, em Jundiaí. Ai vieram dois empates seguidos contra o Guarany, antes de outra vitória diante do Mogi, por 3 a 1, fora de casa. O jogo que definiu o acesso e o título do Paulista, no dia 16 de dezembro de 2001, foi no Jaime Cintra, com uma vitória de 2 a 0 para cima do Atlético Goianiense. Os dois gols do Etti foram de Jean Carlos. A vitória garantiu o acesso e o título ao Etti/Paulista de Jundiaí. 

A parceria com a Etti, porém, acabaria no ano seguinte. Com nova diretoria, a Parmalat deixou de investir no Palmeiras, como fazia há quase 10 anos e de quebra acabou deixando também os investimentos na equipe do Etti, que era uma empresa do grupo da Parmalat. O Etti virou primeiro Jundiaí e depois voltou ao tradicional nome de Paulista. Na verdade, a crise que eclodiu dentro do Paulista e do Palmeiras (e do futebol como um todo, já que a Parmalat investia em diversos clubes) era só o inicio da eclosão da bomba que faria a Parmalat entrar em falência, com a empresa italiana só se recuperando anos e anos depois. 

Já o Paulista começaria a partir dos anos 2010 uma derrocada que dura até os dias atuais, com o clube tendo um respiro graças ao título do Paulista da Segunda Divisão, a famosa Bezinha, desse ano. As páginas gloriosas em cenário nacional, noites onde Jean Carlos causavam pesadelos em torcedores goianos ou mesmo Márcio Mossoró causava calafrios em tricolores cariocas ficaram no passado. Assim como a Parmalat viveu seu período de recuperação, hoje é o Paulista que tenta travar um árduo caminho para voltar aos tempos de glórias, independente de se como Etti ou como Paulista de Jundiaí, um dos times mais antigos do estado.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Colabore

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações