quarta-feira, 23 de maio de 2018

Croácia 1998: o terceiro que valeu como título

Por Alexia Faria 

A Seleção Croata em 1998: estreando em Copas do Mundo com o terceiro lugar

Que a Iugoslávia tinha uma das seleções mais fortes do futebol europeu, isso não é novidade. Mesmo sem uma “identidade oficial”, por ter jogadores de vários países, a equipe vinha se destacando em campo. 

Punida com expulsão em competições anteriores, como Euro 1992 e da Copa de 1994, em função da Guerra Civil, a Iugoslávia teve que aceitar e lidar com mais essa reviravolta. Sem contar que: Croácia estava independente desde 1991. Com isso, as forças foram separadas, e a primeira participação numa Copa do Mundo, em 1998, marca a melhor lembrança da Estrela Vermelha nos mundiais. 

Com um time composto por Robert Prosinecki, Davor Suker, Zvonimir Boban, Igor Tudor, Dario Simic, Aljosa Asanovic e Alen Boksic (lesionado), entre outros, os Vatreni se classificaram para a Copa de 1998 após conquistarem o segundo lugar no Grupo 1. 

Davor Suker artilheiro da Copa de 1998

Eles eliminaram a Ucrânia de Andriy Shevchenko nos play-offs e foram a primeira nação ex-Iugoslávia a participar de um Mundial - Bósnia, Macedônia e Eslovênia não fizeram uma boa campanha neste ano. Já os Iugoslavos, também disputaram os play-offs e massacraram a Hungria por 12 a 1 no placar agregado. 

A trajetória croata para a Copa do Mundo foi baseada na campanha da Euro de 1996, onde eles deixaram para atrás a Dinamarca (atual campeã), e avançou na fase de grupos, depois ficando atrás apenas de Portugal. 

Com sede de vencer e mostrar para o que veio, Croácia caiu para a Alemanha (que se tornaria campeã) num placar de 2 a 1. Mesmo com o resultado, os calouros do leste europeu deixaram seu recado: eles iriam fazer barulho no mundial. 

Duelo contra a então campeã europeia Alemanha

Em 1998 seu grupo era formado por Argentina, Jamaica e Japão. Com isso, duas vitórias e uma derrota (para a Argentina) marcou a classificação para as oitavas de finais da Estrela Vermelha. Na fase seguinte enfrentou a seleção Romena de Georghe Hagi e Georghe Popescu, e venceu a partida por 1 a 0, gol de Suker. 

Após esse jogo com um placar magro, ninguém imaginava que Croácia seria a seleção que protagonizaria os melhor jogos do mundial. Lembra da partida entre Alemanha e Croácia em 1996? Pois bem, as duas equipes se enfrentaram no Mundial, porém desta vez foi diferente. Os croatas nem notaram seus adversários e venceram o campeão europeu por 3 a 0. Será que alguém ainda duvidava da força dos Croatas? 

Na semifinal enfrentou a França. E com as duas forças europeias em campo, a anfitriã venceu a Croácia de virada e avançou para a próxima fase. Já a Estrela chegou entre os quatro primeiros do Mundial. Enfrentou a Holanda (que eliminou a Iugoslávia da Copa daquele ano), e venceu na disputa do 3º lugar. Além disso, Davor Suker foi o artilheiro do torneio, com seis gols. Em sua primeira participação o terceiro valeu como se fosse o título.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações