sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Os títulos baianos do Fluminense de Feira

Por Lucas Paes 

O time do Fluminense de Feira campeão em 1963: primeiro título baiano do clube

O Fluminense de Feira de Santana é uma das principais equipes do interior da Bahia. O Tricolor conseguiu alguns feitos históricos para times do interior da Boa Terra. Dois deles são as duas conquistas estaduais, em 1963 e 1969. 

A primeira conquista foi uma surpresa, considerando que o time tinha apenas nove anos de profissionalismo. Mesmo assim, a equipe já havia até sido vice estadual em 1956. A taça veio sete anos depois. 

 Naquele ano, o time foi campeão do primeiro turno de forma invicta, mas no segundo perdeu força já que fazia uma excursão por Sergipe. Acabou por fazer a final do campeonato com o Bahia, já em 1964. Depois de dois jogos e dois empates, por 0 a 0 em Salvador e 1 a 1 em Feira de Santana, o Touro bateu o Bahia no terceiro jogo por 2 a 1, em plena Fonte Nova e saiu campeão. Os dois gols foram de Renato, um dos destaques e artilheiro do time. Em 19 jogos, foram dez vitórias, cinco empates e quatro derrotas. O Flu de Feira marcou 23 gols e sofreu 19.

O time que conquistou o título em 1969

A conquista deu vaga na Taça Brasil de 1964, o Campeonato Brasileiro da época, que além de qualquer coisa tinha participantes da galhardia do Santos de Pelé. Na estreia, até veio uma vitória diante do Ceará por 2 a 1, mas outras duas derrotas por 2 a 0 levaram a eliminação nas quartas-de-final. 

Seis anos depois, o segundo título veio de forma avassaladora, com um time que encantou o estado. Após o vice em 1968, em 1969 a equipe fez uma campanha espetacular. Com um ataque destruidor, que marcou 61 gols em 32 jogos, contando com um iluminado Freitas, o Tricolor de Feira foi campeão antecipadamente, com uma vitória por 1 a 0 sobre o Vitória, gol justamente de Freitas. O atacante foi artilheiro do torneio com 22 gols e principal destaque do clube. É um dos maiores ídolos da história tricolor.

O saldo final foram 32 jogos, 20 vitórias, nove empates e três derrotas. Dificilmente batido, o Touro de 1969 tinha em Mário Chinês e no artilheiro Freitas uma dupla que causava pesadelos nos adversários. Na defesa, o lateral Ubaldo, que passaria depois por times como Sport e Flamengo seria responsável por um dos gols mais rápidos da história do Brasileirão posteriormente em sua carreira.

Freitas, o grande jogador da história do Flu de Feira

O Fluminense de Feira foi o primeiro time do interior campeão da Bahia, porém teve a "exclusividade" quebrada depois pelo Palmeiras do Nordeste, em 2002, num ano em que o torneio não contou com a dupla Ba-Vi ( e nem com o próprio Touro.). O primeiro time interiorano a ganhar o Campeonato Baiano depois do Flu com a dupla jogando foi o Colo-Colo, em 2006. 

O Touro ainda seria vice campeão em 1990 e 1991. A história dos dois gritos de campeão, das duas vezes em que ninguém foi capaz de parar o tricolor dentro do estado jamais serão esquecidas pelo seu torcedor.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações