sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Santos campeão da Copa Conmebol 1998

Por Lucas Paes

Em pé: Zetti, Anderson, Élder, Sandro, Claudiomiro e Marcos Bazílio. 
Agachados: Athirson, Eduardo Marques, Alessandro, Fernandes e Narciso

Apesar da conquista do brasileiro de 2002 ter sido um marco histórico para o Santos FC, quatro anos antes, em 1998, o Alvinegro Praiano conquistou um título importante naquele momento: a Copa Conmebol. Percursora da atual Sul-Americana, a conquista quebrou um jejum de 29 anos sem taças internacionais para a equipe alvinegra.

O Peixe conquistou o direito de participar da competição através do título do Rio-São Paulo do ano anterior. A estreia ocorreu diante do Once Caldas, na Vila Belmiro, com vitória de 2 a 1. Narciso abriu o placar para o Santos, Valentierra deixou tudo igual para os colombianos, mas Viola deu a vitória aos santistas. No segundo jogo, o Once Caldas devolveu o 2 x 1, mas o Alvinegro da Vila Belmiro se classificou nos pênaltis.

Nas quartas, foi a vez da LDU. No primeiro jogo, no Casablanca, empate por 2 a 2. No segundo, vitória impiedosa do Santos por 3 a 0, com um gol de Claudiomiro e dois de Viola. Na semifinal, o confronto seria brasileiro, contra o Sampaio Corrêa, campeão da Copa Norte e com um dos melhores times de sua história.

Semifinal contra o Sampaio

No primeiro jogo, na Vila Belmiro, as duas equipes não saíram do zero. No segundo, em São Luis, goleada alvinegra por 5 a 1. Mais detalhes dessa semifinal podem ser conferidos no texto sobre a campanha histórica dos maranhenses naquela Conmebol.  

Na decisão, o adversário santista seria o Rosário Central, que na época era comandado por Edgardo Bauza. Na primeira partida, diante de um ótimo público na Vila Belmiro, o jogo foi extremamente violento. O Santos desperdiçou uma boa chance de sair com mais vantagem. O único gol da partida foi marcado por Claudiomiro aos 28 da segunda etapa. Por sinal, o autor do gol está completando 46 anos hoje.

O Peixe ainda desperdiçou um pênalti e teve um gol anulado já aos 45 da segunda etapa. Num jogo de seis expulsões (três para cada lado) o placar acabou sendo mesmo uma vitória simples por 1 a 0, que garantiu ao Alvinegro Praiano a vantagem do empate no mítico Gigante de Arroyto.


A primeira partida da final

O segundo jogo foi outra verdadeira guerra, os 55 mil torcedores que lotaram o estádio incentivaram os Canallas durante toda a partida. Apesar de algumas chances criadas pelo Peixe, foi Zetti, com grande atuação, que garantiu o título. A equipe santista fora recebida com muita violência antes do jogo, objetos foram atirados nos jogadores durante toda a partida e houve intimidação e ameaça até dos policiais argentinos.

Apesar do clima hostil, a equipe santista conseguiu trazer a taça para Santos. Aquela equipe de 1998, inclusive, bateu na trave no Brasileirão, sendo eliminado pelo Corinthians nas semifinais. Artilheiro do Brasileirão naquele ano, Viola também terminou com a artilharia da Conmebol, com 4 gols, junto a Morales, da LDU.

Para quem quiser saber mais detalhes da campanha, os portais Acervo Santos FC e Acervo Santista possuem os detalhes completos da competição, incluindo fichas técnicas de todas as partidas. Foi um título importante, na época em que o torcedor do Alvinegro Praiano não estava acostumado com as conquistas.

O jogo do título
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações