terça-feira, 9 de agosto de 2016

Zagallo - 85 anos do Velho Lobo que foi um grande jogador

América, Flamengo, Botafogo e Seleção Brasileira, camisas que Zagallo defendeu como jogador

Uma das maiores figuras da história do Futebol Brasileiro está completando nesta terça-feira, dia 9 de agosto de 2016, 85: Mario Jorge Lobo Zagallo. O Velho Lobo é um dos maiores vencedores com a Seleção Brasileira também teve uma carreira fantástica como jogador.

Para quem não sabe, Zagallo nasceu em Atalaia, Alagoas, mas chegou no Rio de Janeiro, junto com seus familiares, com menos de um ano de idade. Passou a infância e adolescência na Tijuca, onde começou a jogar futebol e foi descoberto por pessoas ligadas ao América, clube do bairro. No Mecão, Zagallo jogou no juvenil nos anos de 1948 e 1949. No América, o Velho Lobo conquistou os torneios Início e Disciplina, ambos em 1949.

Em 1950, Zagallo foi para o Flamengo, mas antes ele passou um tempo no Exército, onde trabalhou na fatídica final da Copa de 50. Mal sabia ele que o destino o colocaria em mais quatro decisões da Seleção Brasileira, tendo ganho três.

Jogador profissional, Zagallo foi tricampeão carioca pelo Flamengo em 1953, 1954 e 1955. A camisa 10 dos tempos do América tinha sido substituída pela 11 do rubro-negro. A opção pela ponta esquerda era uma estratégia. 

Em 1958, foi o primeiro jogador a conseguir passe livre e acabou acertando com o Botafogo, onde seria bicampeão carioca em 1961 e 1962. Zagallo considera também uma outra grande conquista em seus 16 anos de carreira como jogador, o fato de nunca ter sido expulso.

Com as duas taças da Copa do Mundo

Na Copa de 1958, na Suécia, o Lobo não estava cotado para ser incluído na lista final dos 22 convocados. Os favoritos na posição eram Pepe, do Santos e Canhoteiro, do São Paulo, dois pontas tradicionais. Mas o estilo diferente de Zagallo, um ponta que atacava e defendia, caiu nas graças do técnico Vicente Feola. A característica de correr o campo todo lhe rendeu o apelido de "formiguinha". A conquista da Copa de 1958 colocou o Brasil no mapa do futebol mundial.

Na Copa de 1962, no Chile, o Brasil conquistaria o bicampeonato mundial com muitos jogadores da campanha de 1958, vários com mais de 30 anos de idade, inclusive Zagallo. Era um time experiente, que usou o fato para passar pelas adversidades do momento e conquistar a taça.

Zagallo encerrou a carreira de jogador em 1965 e, no ano seguinte, assumiu como treinador do Botafogo. Como treinador, conquistou vários títulos, como a Copa de 1970 (foi vice em 1998). Já como coordenador técnico, conquistou a Copa de 1994. Também teve passagem marcante pelo Oriente Médio, quando conseguiu levar os Emirados Árabes à sua única Copa do Mundo, em 1990.

Mario Jorge Lobo Zagallo é um personagem ímpar e sua história de conquistas sempre se cruza com a da Seleção Brasileira. Zagallo esteve presente em quatro das cinco Copas conquistadas pelo Brasil. Por isso, deve ser sempre lembrado por seus feitos ao longo dos anos. Aliás, ele já diria: 8+5 = 13!
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações