quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

20 anos do gol de placa de Marcelinho Carioca na Vila Belmiro

A finalização no gol de placa

Neste dia 11 de fevereiro está completando 20 anos do clássico entre Santos e Corinthians, realizado em um domingo a tarde, na Vila Belmiro, que terminou com o placar de 2 a 2. Foi nesta partida que o meia do Timão Marcelinho Carioca marcou um golaço, que inclusive rendeu uma placa entregue por Pelé, pai do goleiro Edinho, que sofreu o gol.

Aquele era o primeiro clássico do Campeonato Paulista de 1996. Porém, as duas equipes tinham se enfrentado menos de um mês antes, no mesmo local, em partida que decidiu o título do Torneio de Verão, com vitória do Santos por 3 a 1.

O Corinthians tinha se reforçado para a disputa da Libertadores e entre as contratações a mais comentada era a de Edmundo. Já o Santos tinha como base a equipe vice-campeã brasileira do ano anterior, que perdeu o título em uma final controversa contra o Botafogo. Porém, nesta partida, não contava com o craque Giovanni.

A placa entregue por Pelé

O jogo começou elétrico! Ainda no primeiro tempo, o zagueiro Henrique foi expulso ao tomar dois cartões amarelos. Aos 39 minutos, o lateral-esquerdo do Santos, Marcos Paulo, acertou um belo pombo sem asa, que entrou no ângulo do gol defendido por Ronaldo, que se esticou todo, mas não conseguiu chegar na bola: um belo tento e 1 a 0 para o Santos no placar.

Mas a desvantagem corintiana não durou dois minutos. Em jogada de escanteio, Marcelinho Carioca alçou a bola na área e Edmundo, sozinho, completou para as redes. Porém, a alegria da torcida do Timão durou pouco, já que em confusão, o Animal agrediu Sandro e foi expulso, deixando o Corinthians com dois jogadores a menos.

Na segunda etapa, a vantagem de dois jogadores do Santos se desfez com as expulsões de Marcos Paulo e do zagueiro Jean. Em igualdade de atletas dentro de campo, o Corinthians voltou a ter domínio do jogo e chegava com perigo ao gol defendido por Edinho.

Melhores momentos da partida

Aos 21 minutos, Tupãzinho avançou até próximo à área e rolou para Marcelinho, que com um toque com a parte externa do pé deu um chapéu no zagueiro Ronaldo Marconato e chutou no canto do goleiro Edinho sem deixar a bola cair. Um golaço que fez até Pelé, que estava acompanhando a partida no estádio, se render e mandar fazer uma placa ao camisa 7.

Porém, a partida não havia terminado e o Santos chegou ao empate aos 30 minutos. Vágner foi derrubado na área e o árbitro Flávio de Carvalho marcou pênalti. O zagueiro Sandro bateu com força, sem chances para Ronaldo. A partida terminou empatada em 2 a 2, mas o que todos lembram foi do gol de placa de Marcelinho Carioca.

Ficha Técnica

SANTOS 2 X 2 CORINTHIANS

Data: 11 de fevereiro de 1996
Local: Vila Belmiro, Santos-SP
Árbitro: Flavio de Carvalho

Cartões vermelhos: Marcos Paulo, Jean (SAN), Henrique e Edmundo (COR)

Gols: Marcos Paulo (SAN) aos 39 e Edmundo (COR) aos 41 minutos do primeiro tempo; Marcelinho (COR) aos 21 e Sandro (SAN) aos 30 minutos do segundo tempo

SANTOS: Edinho; Marcos Adriano, Sandro, Jean e Marcos Paulo; Baiano (Ronaldo Marconato), Vágner, Robert (Kiko) e Kennedy (Arthur); Camanducaia e Macedo - Técnico: Candinho

CORINTHIANS: Ronaldo (Nei); Carlos Roberto, André Santos, Henrique e Silvinho; Bernardo, Júlio César, Marcelinho e Leônidas (Marcelinho Paulista); Mazinho Loyola (Tupãzinho) e Edmundo - Técnico: Eduardo Amorim
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações