segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

O Inter campeão da Copa São Paulo de 1998

Foto: arquivo Internacional

Jogadores com a taça e, entre eles, o zagueiro Lúcio

Terceiro maior vencedor da Copa São Paulo de Juniores, ao lado do São Paulo, com quatro conquistas, o Internacional está nas semifinais da edição de 2020 do torneio e tenta repetir o que fez em 1974, 1978, 1980 e, pela última vez, em 1998, vencendo a Ponte Preta na decisão, que foi realizada no Morumbi.

Aquele time do Inter, dirigido por Guto Ferreira, teve nomes que depois foram ao time profissional, como o volante Claiton, o zagueiro Ronaldo, o atacante Fábio Pinto, o meia Diogo Rincón e outros. O craque daquele campeonato foi o centroavante Manoel, que recém havia chegado do Ituano.

Mas daquela geração, o jogador que mais deu certo acabou sendo o zagueiro Lúcio, que, quatro anos depois daquela volta olímpica no Morumbi, comemorou o pentacampeonato mundial da Seleção Brasileira como titular do técnico Luiz Felipe Scolari na Copa de 2002.

O Inter começou a competição no Grupo H, onde foi primeiro colocado com seis pontos, vencendo o Rio de Janeiro, que depois se tornaria CFZ, por 2 a 0, perdendo para a AD Guarulhos, dona da casa, por 1 a 0, e vencendo a Portuguesa por 2 a 1.


Na segunda fase, a vítima foi o Santos, que perdeu por 1 a 0. As vitórias contra Lusa e Peixe embalaram o Colorado, que depois bateu a Desportiva Cariacica, por 1 a 0, na prorrogação, e o Cruzeiro, também na prorrogação, por 2 a 1, depois de empate em 3 a 3 no tempo normal. Com isto, o Inter estava na decisão.

A final, naquele 25 de dezembro de 1998, foi marcada para o Morumbi, que estava sendo reinaugurado depois de obras estruturais, e o jogo foi preliminar de um amistoso entre o São Paulo e um combinado entre Santos e Flamengo. O adversário do Colorado na partida decisiva era a Ponte Preta.

Depois de um 0 a 0 no tempo normal, o lateral-esquerdo reserva Mineiro fez 1 a 0, mas Tiago empatou para a equipe de Campinas. Desta vez não teve gol nos últimos minutos, como foi nas quartas e semi, e a disputa foi para os pênaltis. João Gabriel defendeu um pênalti, a Ponte ainda errou outro, e a cobrança perfeita de Manoel explodiu a festa da gurizada colorada.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações