quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

A boa passagem do goleiro belga Pfaff pelo Bayern

Por Lucas Paes
Foto: Getty Images

Num time cheio de grandes goleiros em sua história, Pfaff é um dos maiores

O Bayern de Munique, maior clube da Alemanha e detentor de um universo enorme de conquistas, é conhecido por ser a casa onde diversos jogadores alemães se consagraram, sejam eles formados ou não pelo clube. Os bávaros possuem uma proeficiência enorme de bons goleiros, com nomes que passam pelo histórico Sepp Maier, pelo excelente Oliver Kahn e pela estrela dos tempos atuais Manuel Neuer. Nos anos 1980, passou pelo time de Munique um excelente goleiro estrangeiro, o belga Jean-Marie Pfaff, que completa 65 anos neste dia 4 de dezembro.

Pfaff é um dos maiores goleiros da história do futebol. Apesar da pouca estatura, era excelente debaixo das traves e era comum ver o goleiro fazer embaixadinhas frente aos atacantes adversários. Dono de um nivel altíssimo de confiança, Pfaff fechou com o Bayern em 1982, após excelentes anos no Beveren, da Bélgica. Foi com o contrato com o time alemão garantido que o goleirão chegou a Copa do Mundo de 1982, onde problemas entre ele e outros lideres da equipe causaram o colapso do bom time belga ainda na segunda fase do mundial. 

No Bayern, rapidamente virou titular e destaque da equipe. Chegou logo após a dolorosa derrota na final da Copa dos Campeões de 1982, quando o Bayern perdeu o título para o azarão Aston Villa. Não teve um começo tão positivo, já que sua primeira partida de Bundesliga ficou marcada pelo bizarro gol que o goleirão levou do atacante Uwe Reiders, quando o belga falhou em afastar uma cobrança de lateral e sua tentativa de soco acabou desviando a bola para as redes. O gol só foi válido graças ao toque de Pfaff.

Ao longo de sua estadia no Bayern, fez parte do time que ganhou três vezes a Bundesliga, entre 1984 e 1987, ao lado de Lotthar Matthaus, Andreas Brehme, Klaus Agenthaler e outros bons jogadores. Chegou a ficar no banco durante um período depois de uma lesão para Aumann, mas recuperou a posição. Além dos três títulos seguidos da Bundesliga, foi também duas vezes campeão da Copa da Alemanha. Porém, em 1987, na final da Liga dos Campeões, sofreu uma dolorosa derrota para o Porto, quando o Bayern havia inclusive saido a frente, mas acabou levando a virada com gols de Madjer e do ex-santista Juary.

Ao final da temporada 1987/1988, deixou o Bayern, retornando a Bélgica para jogar no Lierse. Ainda passaria pelo Trabzonspor da Turquia, antes de pendurar as luvas. Pelos Bávaros, Pfaff atuou em 156 partidas. Num time com muitos goleiros históricos, é até hoje considerado um dos grandes nomes da história dos bávaros. 
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações