quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Novas atitudes racistas no Brasil e Europa voltam a entristecer o futebol. Até quando?

Por Lula Terras
Foto: Oleksandr Osipov (Reuters)

Taison se impôs contra as ofensas racistas

As atitudes racistas continuam a entristecer não só as pessoas atingidas, diretamente, mas a todos aqueles, que tem a plena consciência, que no mundo de hoje, não existe mais espaços para esse tipo de comportamento, seja em qualquer setor da sociedade. No futebol então, é o maior absurdo, entre os piores absurdos, por estar envolvidos atletas, torcedores de todas as etnias, juntos e misturados na defesa de seu clube. 

Tivemos na Europa, neste final de semana, no jogo entre Shakhtar Donestk 1 x 0 Dínamo Kiev, pelo Campeonato Ucraniano, o jogador brasileiro Taison, atleta do Shakhtar, vitima das ofensas racistas, por torcedores adversários reagiu revoltado, mostrando o dedo do meio, aos torcedores e chutou a bola em direção à arquibancada.

Aí, o que a gente vê o árbitro do jogo, ao invés de agir na defesa do agredido o expulsou de campo, para o espanto de todos nós que nos sentimos agredidos também por aqueles racistas. Felizmente, Taison que saiu chorando de campo recebeu a solidariedade dos atletas, em campo, inclusive da equipe adversária, o que nos mostra, que nem tudo está perdido.


Também, neste final de semana, só que no Brasil, outra ocorrência, igualmente condenável, onde um torcedor do Atlético Mineiro se dirigiu ao segurança do clube, se referindo à sua cor. Neste caso, parece que a situação está mais bem encaminhada, uma vez que o agressor já foi identificado pela Polícia e deverá responder pelo seu ato. Fica a torcida para que a punição seja exemplar e ajude a inibir outras atitudes iguais ou piores do que essa. Quem agradecerá é próprio futebol brasileiro.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações