sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Juventude campeão da Série B de 1994 - O primeiro grande título da Papada

Por Lucas Paes

O time campeão da Série B em 1994

O Juventude era, entre o final dos anos 90 e começo dos anos 2000, uma das grandes "entidades" do futebol brasileiro, por assim se dizer. O time de Caxias do Sul pegou fama pelos jogos em meio a fumaça no Jaconi, onde por vezes times grandes sucumbiam de maneira dolorosa (o Corinthians sabe bem disso). No período áureo, o alviverde conquistou, inclusive. uma Copa do Brasil, pra cima do Botafogo, em pleno Maracanã, em 1999. Porém, o primeiro passo de grandeza da "Papada" veio em 1994, com o título da Série B do Campeonato Brasileiro, alicerce para tudo o que veio depois.

Comandado por Heron Ferreira e contando com a essencial parceria com a empresa multinacional italiana de laticínios Parmalat, o Juventude tinha entre seus destaques os volantes Galeano e Lauro (nome comum na história do time de Caxias do Sul) e um tal de Dorival Júnior, que quando jogador era um ótimo meio-campista. Com um time aguerrido, o alviverde do interior gaúcho começou a Série B num grupo com Coritiba, Bangu, Ponte Preta, Mogi Mirim e Tiradentes, do Distrito Federal. Desses seis, quatro times passariam para a segunda fase.


No dia 20 de agosto, os alviverdes estrearam vencendo o Tiradentes por 3 a 0. Depois, derrota para a Ponte em Campinas e empate com o Bangu no Rio, voltando a vencer apenas na quarta rodada, diante da Ponte, em Caxias do Sul, por 2 a 1. Ai veio um empate com o Bangu, em casa e uma goleada por 5 a 1 pra cima do Tiradentes, também em Caxias do Sul. Depois de um empate sem gols com o Coritiba, vieram duas vitórias pra cima do Mogi Mirim, em São Paulo e em Caxias do Sul. A primeira fase se encerrou com uma achapante derrota para o Coxa por 4 a 1, no Jaconi. O time não empolgava muito para a sequência, mesmo se classificando.

Só que na segunda fase, a chave pareceu virar. Agora em um grupo com Atlético Paranaense, Goituba e a Ponte Preta, somente um time passaria. Foi a partir daí que o Brasil começou a conhecer a pressão do Alfredo Jaconi. A estreia foi com vitória dentro de Campinas contra a Ponte por 1 a 0. Depois, um empate fora de casa com o Goiatuba e outro empate como visitante contra o Atlético Paranaense, no já infernal Joaquim Américo. No segundo turno, três jogos em casa, três vitórias e classificação garantida para o Juve.

As semifinais valeriam o acesso e o adversário era o tradicional Americano, do Rio de Janeiro. No primeiro jogo, em terras cariocas, vitória alviverde por 1 a 0. Resultado repetido no Alfredo Jaconi,  no dia 20 de novembro, para a festa do torcedor do Juve. O gol viria apenas aos 30 minutos do segundo tempo, com Julinho, explodindo o Jaconi e começando a festa pelo acesso que viraria a noite em Caxias do Sul. O Papo estava na série A. Agora era hora de decidir a competição contra o Goiás.


A vantagem da melhor campanha era Gaúcha, mas o Goiás não se importou com isso e tratou de ir pra cima no Serra Dourada, no dia 27 de novembro. O Esmeraldino venceu por 2 a 1 em seu estádio, fazendo com o que o Juventude precisasse buscar o resultado em Caxias do Sul. No dia 4 de dezembro, então, a torcida lotou o Alfredo Jaconi para empurrar o Ju rumo ao seu possível primeiro título nacional, bastando para isso vencer o jogo. Paulo Sérgio fez o primeiro gol, em frangaço de Cléber. Porém, Everton empatou para os goianos, ainda na primeira etapa. O gol do título veio já na etapa final, em falta cobrada por Odair na cabeça de Galeano, que explode a festa do título na Serra Gaúcha.

A conquista foi histórica para o futebol gaúcho, já que foi o primeiro título nacional e primeiro título de grande importância de um time do interior do estado. Para o Juventude, a conquista representou o alicerce que anos depois viria a dar frutos históricos, já que o time de Caxias do Sul ainda venceria uma Copa do Brasil e passaria anos jogando a primeira divisão nacional, incomodando diversos times grandes nesse período. Hoje, tentando se inspirar nos heróis de outrora, o Juventude tenta recuperar o prestígio perdido. Esse ano, um primeiro passo pode ter sido dado, com a volta a Série B depois de um ano fora. O que virá no futuro, porém, só o tempo dirá.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações