quarta-feira, 6 de novembro de 2019

Bragantino e Red Bull: primeiro objetivo alcançado!

Com informações da FPF
Foto: divulgação CA Bragantino

Jogadores do Bragantino comemoram a confirmação do acesso

O dia 5 de novembro de 2019, certamente, será inesquecível para o torcedor do Bragantino, pois nesta terça-feira o clube de Bragança Paulista confirmou o retorno à elite nacional após 21 anos. Com a vitória por 3 a 1 sobre o Guarani, gols de Ricardo Ryller, Pio e Pedro Naressi, Badi descontou para os campineiros-, e contando com os tropeços de América Mineiro e CRB, o time de Bragança Paulista volta para onde viveu anos dourados na década de 1990.

Fundado em 8 de janeiro de 1928, o Bragantino ganhou a Série A2 paulista em 1988, a Série B nacional em 1989 e o título paulista em 1990, ano em que disputou o Campeonato Brasileiro pela primeira vez na história. Na ocasião, foi eliminado pelo Bahia nas quartas de final após ser sexto colocado na primeira fase.

O ano seguinte foi brilhante para a história do clube. Comandado por Carlos Alberto Parreira, técnico do tetra, o time do interior ficou com o vice-campeonato, em decisão paulista diante do São Paulo. Antes havia sido a segunda melhor equipe na fase de classificação e eliminaria o Fluminense nas semifinais. Nesta fase, aliás, o time sucumbiu na temporada de 1992. Depois de ficar em terceiro na primeira fase, ficou um ponto atrás do Botafogo no quadrangular e perdeu a vaga na decisão contra o Flamengo.

Eliminado na primeira fase em 1993, no ano do tetracampeão da Seleção Brasileira –que tinha Mauro Silva, campeão paulista pelo clube em 1990, no time titular- o Bragantino volta a fazer boa campanha. Chegou até as quartas de final, onde foi eliminado pelo Corinthians –que tinha vantagem- após dois empates. No jogo de ida, disputado no Pacaembu, os corintianos empataram o confronto por 1 a 1 com gol de Tupãzinho aos 49 minutos do segundo tempo.


Rebaixado à Série A2 paulista em 1995, o clube fica em sexto no Campeonato Brasileiro que classificava apenas quatro para as decisões. A queda no estadual, porém, era o prenúncio de uma fase ruim. Foi último colocado do Brasileiro de 1996, mas manteve-se na elite no ano seguinte, quando evitou a queda sendo o primeiro time fora da zona de rebaixamento. Em 1998, porém, veio a queda no Brasileiro.

O retorno aos bons tempos aconteceu somente dez anos depois. De volta à elite estadual em 2006, ficou com o vice-campeonato da Copa Paulista no mesmo ano, conquistando uma vaga na Série C do Brasileiro de 2007. Neste ano, chega à semifinal do Paulista e conquista a taça do torneio nacional, retornando à Série B do Brasileiro. Na última década, alternou entre as Séries A1 e A2 do Paulista e B e C do Brasileiro.

Nesta temporada, em parceria com a Red Bull Brasil (que é um processo de compra da empresa de bebidas energéticas, que deve durar até cinco anos), o time conquistou o retorno à elite com 19 vitórias em 33 jogos. Ainda teve oito empates e seis derrotas, sendo o dono do melhor ataque -56 gols- e da melhor defesa -23 sofridos. Um aproveitamento de 65% dos pontos disputados. Com 11 gols, Ytalo é o artilheiro do time na campanha, seguido de Claudinho, com nove e Matheus Peixoto, com seis.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações