sábado, 23 de novembro de 2019

1982 - A primeira entre River e Flamengo na Libertadores

Por Lucas Paes


Na Libertadores de 1982, o Flamengo venceu as duas partidas

O confronto deste sábado entre Flamengo e River Plate, que definirá o campeão da Libertadores de 2019, não é o primeiro jogo entre o rubro-negro e os Millonarios. A história de confrontos entre os dois gigantes de Brasil e Argentina começa há muito tempo atrás, quando o Flamengo ainda tinha em campo um elenco estrelar e um dos melhores times da história do futebol e o River sequer tinha conquistado ainda sua primeira Copa Libertadores, na edição da "Liberta" de 1982. Apesar disso, os MIllonarios tinham um elenco recheado de craques, muitos que fariam parte do time argentino Campeão do Mundo em 1986.

Na Libertadores de 1982, como em diversas outras edições naquela época, a semifinal era disputada em grupos triangulares. Entrando direto nas semis como atual campeão, o Flamengo caiu num grupo com River Plate e Peñarol, indigesta chave para Zico, Nunes, Tita e cia. Se no ano anterior, o Deportivo Cali frustrou o possível confronto, em 1982 o rubro-negro tinha de se recuperar da derrota no Uruguai para o Peñarol com o confronto dificilimo em Nuñez. 

Era 22 de outubro de 1982 e o Monumental de Nuñez estava molhado devido a uma chuva forte em Buenos Aires. Só que naquele dia, o que choveu no colosso argentino foi o futebol do timaço do Flamengo. Mal deu tempo dos Millonarios respirarem, dentro da sua própria casa e Zico e Wilsinho aprontaram uma linda jogada, que terminou em chute cruzado de Wilsinho e gol de Lico. No segundo tempo, Zico, em jogada individual e Nunes, após belíssima arrancada de Marinho, fecharam o marcador e o show flamenguista. O 3 a 0 mostrava a dimensão da qualidade daquele esquadrão rubro-negro.

Na partida seguinte entre os dois times, no dia 2 de novembro, o River Plate já estava desesperado pelo resultado. Os Millonarios haviam perdido todos os dois jogos até então e tinham missão dificilima no Maracanã. A situação ficou ainda mais dificil quando Olarticoechea entregou a saída de bola nos pés de Tita, que explodiu o Maraca com um golaço de cobertura. O gol foi o único da primeira etapa, saindo aos 27 minutos. Os argentinos conseguiram evitar um estrago maior, pelo menos na primeira etapa.

Os jogos entre River Plate e Flamengo em 1982

Mas, na etapa final, o River desmoronou. Primeiro, aos 7', Tita fez linda jogada com Júnior, que tocou para o gol, tirando do goleiro. Ai foi a vez dos Millonarios diminuirem, com uma boa jogada e gol de Asalmendi. Ai foi a vez de Júnior tirar um coelho da cartola e acertar um cruzamento espetacular para Zico, que cabeceou para as redes. De novo, os argentinos buscaram diminuir, com Bulleri. Só que não era noite de tango, era noite de samba no mais belo ritmo carioca e Adílio fez linda jogada, driblou o goleiro e fechou o marcador. 

As duas vitórias, porém, não foram suficientes para colocar o Flamengo na segunda final seguida. O Mengão acabou derrotado pelo Peñarol em pleno Marcanã e viu o sonho do bi escapar diante dos Aurinegros, que seriam mais uma vez campeões da Libertadores. Aos rubro-negros uma espera que durava até os dias de hoje e que parecia não querer acabar.

Na noite deste sábado outro capítulo será escrito na história de confrontos entre River Plate e Flamengo. Este capítulo, acima de qualquer outro, terá celebrações de apenas um só lado, num jogo que já se faz histórico como a primeira final de Libertadores disputada em jogo único, no colossal Estádio Monumental de Lima, escolhido após a situação político-social tornar impossível um jogo em Santiago. Uma história que começou em 1982 e que terá em 2019 seu capítulo mais importante e mais feliz para um dos lados, seja argentino ou brasileiro. 
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações