terça-feira, 27 de agosto de 2019

O que acontece com os times catarinenses nas competições nacionais?

Por Lula Terras
Foto: divulgação Cuiabá EC

Figueirense não foi a campo no jogo contra o Cuiabá

Ao que parece, a temporada de 2019 não tem sido nada favorável aos principais clubes de Santa Catarina, que vão mal das pernas e nas finanças, como tem sido divulgado constantemente pela imprensa esportiva. Não vive um bom momento, equipes tradicionais como o Figueirense, Avaí, Chapecoense e Joinville, que disputaram o Campeonato Brasileiro da Série A, em 2015. Na oportunidade o fato foi muito comemorado no Estado, por ter sido a primeira vez, que isso aconteceu, desde a adoção dos pontos corridos. Também foi motivo de comemoração o fato de Santa Catarina, ter sido o segundo Estado com mais representes naquela competição, menor número, apenas que o Estado de São Paulo, que teve cinco equipes participantes. 

A única exceção é o Brusque Futebol Clube, da cidade de Brusque, município catarinense distante 107 km de Florianópolis, a capital do Estado. A equipe catarinense conquistou o Campeonato Brasileiro da Série D, e o acesso à Série C, em 2020, numa final emocionante, contra a equipe do Manaus, na disputa dos pênaltis, depois de dois empates, pelo mesmo resultado, 2 a 2, em jogos realizados em Santa Catarina e Amazonas. Porém, vale lembrar que o Bruscão conta hoje com um mecenas: um conhecido dono de uma rede de lojas de departamento que vem investindo na equipe.

Infelizmente, em 2019, a situação é bem diferente nas demais agremiações, entre as quais, as maiores tradicionais do Estado, como o Figueirense, que conquistou 18 títulos. Avaí, 17 títulos; Joinville, 12; Criciúma, 10; e Chapecoense, com seis estaduais, em sua história. 

O quadro mais preocupante é do Figueirense que, a despeito de ter se tornado clube empresa, passa por grave crise financeira e tem enormes dificuldades de honrar seu compromisso com os atletas. Depois de muitas ameaças de paralisação, por parte dos atletas, a greve aconteceu no dia 20 de agosto, na Arena Pantanal, contra o Cuiabá, pelo Campeonato Brasileiro da Série B. Pressionados pelo Regulamento da Competição, os jogadores voltaram a campo na rodada seguinte, para evitar a desclassificação e o rebaixamento para a Série C, caso aconteça outro WO. 

Integrantes da principal série, do Brasileiro, o Avaí e a Chapecoense são sérios candidatos ao rebaixamento para a Série B. A pior situação é do Avaí, que, apesar de ser o atual campeão estadual, ainda não venceu nenhuma partida e ocupa a lanterna da competição, somando até agora, 7 pontos ganhos. A Chapecoense que não conta, em sua história, com rebaixamento está correndo sério risco na atual temporada, ocupando a 17ª colocação, com apenas 14 pontos ganhos. 

Vale destacar que a Chapecoense traz em sua história, a grande tragédia do vôo 2933, da LaMia, em 28 de novembro de 2016, que matou 71 pessoas, em queda ocorrida na Colômbia, que matou 71 pessoas,entre os quais, muitos atletas,dirigentes e convidados. No mesmo ano veio a maior conquista de sua história, que foi a Copa Sul-Americana de Futebol. Em 2018, a agremiação foi agraciada com o Prêmio Laureus do Esporte Mundial, concedido anualmente aos esportistas de maior destaque durante o ano anterior. 

A relação das grandes equipes com dificuldades é completada pelo Criciúma que está em 19º lugar, com 18 pontos conquistados ao final do 1º Turno do Brasileiro da Série B, ou seja, sério candidato a disputar a Série C, na próxima temporada. Integrante da Série D, na atual temporada, o Joinville não conseguiu ficar entre os quatro melhores, que subiram para a Série C. Enfim, resta aos torcedores catarinenses torcer para que seus clubes consigam uma reviravolta em 2019, e a esperança que, em 2020 o quadro seja bem melhor.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações