terça-feira, 27 de agosto de 2019

Mattheus Aragão reforça o Atlético Rio Verde na sequência do Acesso Goiano

Fotos: arquivo pessoal

Mattheus Aragão com a camisa do Rio Verde

O Atlético Rio Verde vem na disputa da Divisão de Acesso Estadual, que já teve três rodadas realizadas. Para reforçar a equipe, o clube contratou o atacante Mattheus Aragão, que na base teve passagem no Flamengo e também por clubes como Portuguesa Santista, Fernandópolis, Grêmio Osasco, Audax e Jabaquara.

Batemos um papo com o atleta, que está confiante em ter um bom desempenho no Atlético Rio Verde e ajudar a equipe a conquistar o acesso para a elite do futebol goiano. Confira a conversa abaixo:

O Curioso do Futebol - Você chega ao Atlético Rio Verde, clube do futebol goiano. Como está sendo a adaptação e você acha que o time pode chegar ao acesso?

Mattheus Aragão - A adaptação vem sendo constante. Graças à Deus eu cheguei ao Atlético Rio Verde sendo muito bem recebido pelos funcionários do clube e comissão técnica e acho que isso vem sendo muito importante para eu continuar me adaptando e melhorando cada dia que passa. Em questão ao acesso, estamos trabalhando firme e com esse pensamento que sei que todos nós do clube e da torcida querem e buscam.

Na passagem pelo Flamengo

O Curioso do Futebol - Como foi que você foi contratado como Atlético Rio Verde? Foi através de indicação?

Mattheus Aragão - Eu já tinha passado pelo futebol goiano onde fiz amigos e conheci pessoas no meio do futebol. Uma delas foi o Marcos Antônio, um dos membros da comissão, que sempre manteve contato comigo e sempre me acompanhou. Depois que acabou o Campeonato Paulista da Segunda Divisão desse ano, entramos em contato e conversamos sobre essa possível possibilidade de atuar no Atlético Rio Verde. Eu não pensei duas vezes, pois o Marcos é um homem que tem total confiança minha e da minha família.

O Curioso do Futebol - Você, na base, passou pelo Flamengo. Como foi atuar por um time grande, mesmo na base?

Mattheus Aragão - Atuar em um clube da grandeza do Flamengo sempre vai ser marcante na carreira de qualquer atleta, sendo na base ou no profissional. Um clube onde eu fui muito feliz, aprendi bastante e tenho um carinho enorme. Fiz muitos amigos lá dentro e me sinto honrado de ter vestido aquela camisa de muitas conquistas e muita expressão no futebol mundial.

Defendendo a Portuguesa Santista

O Curioso do Futebol - Além do Flamengo, você esteve na Portuguesa Santista e no Fernandópolis. Como foi a experiência nas duas equipes?

Mattheus Aragão - A Portuguesa Santista eu tenho como minha segunda casa. Falar da Briosa é uma coisa muita fácil e agradável. Sempre fui muito bem tratado enquanto vesti as cores e até mesmo em outro clube. A Portuguesa tem todo meu carinho e respeito e tenho certeza que vamos ver a Briosa na elite do futebol novamente,pois merece por sua grande história! Sou muito feliz por tudo que passei na Portuguesa e muito honrado em ter feito parte daquela instituição. 
Já no Fernandópolis foi uma passagem bem curta, porém bem proveitosa, onde aprendi muitas coisas também e fiz amizades incríveis. Só tenho a agradecer por eles terem aberto as portas para eu mostrar e fazer o que amo,muito Respeito aquela camisa também.

O Curioso do Futebol - Você também atuou no Grêmio Osasco e Audax, dois clubes que tinham um mesmo grupo administrando-os. Como funcionava a relação entre eles? Havia intercâmbio entre eles?

Mattheus Aragão - É uma relação muito boa entre ambas equipes, os administradores do clube também são muito competentes e muito focados nos propósito das equipes. Tive a oportunidade de trabalhar no clube onde também fui muito feliz, muito bem tratado e tive toda estrutura para fazer o que sabia e gostava de fazer. Lembro que alguns atletas que atuavam no Grêmio Osasco e se destacavam iam para o Audax. O Audax fazia muitos torneios internacionais, onde alguns jogadores saíam. Fiz muitos amigos dentro do clube e levo muito aprendizado também, muito feliz por ter vestido a camisa.

Defendendo o Jabaquara (foto: Douglas Teixeira/Futebol Santista

O Curioso do Futebol - Este ano, você esteve no Jabaquara, mas a equipe não foi bem. O que você tira de ensinamento para a carreira?

Mattheus Aragão - A gente tira de aprendizado de muitas coisas, que nem sempre um bom time no papel será um bom time nas quatro linhas. Foi um momento muito difícil para a gente que estava vestindo as cores do clube, diretoria e para os torcedores. Tenho ciência da grande história que o Jabaquara tem e me sinto triste pelo que passamos, mas o futebol é assim e dias melhores virão. Sei que o Jabaquara AC tem força e gente lá dentro que vai correr para que no ano que vem a história seja bem diferente. Sou muito grato ao que o Jabaquara fez por mim nesse tempo de trabalho e sei que dias melhores virão.

O Curioso do Futebol - Finalizando, o que pensa do futuro de sua carreira?

Mattheus Aragão - Falar sobre futuro é meio complicado. Agora é continuar trabalhando firme, focando no trabalho da equipe e fazer o meu melhor no Atlético Rio Verde, que é o clube que visto as cores. Então, para o meu futuro, eu quero que o Rio Verde faça uma boa campanha e que possamos alcançar nosso objetivo final.

O Atlético Rio Verde, atualmente, ocupa a segunda colocação do Grupo A da Divisão de Acesso Goiana, com quatro pontos em três jogos. O próximo jogo da equipe é no domingo, dia 1º de setembro, às 15h30, no Mozart Veloso do Carmo, em Rio Verde, contra o Trindade.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações