quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Caio Farias quer ajudar Jabaquara a atingir objetivos no Paulista Sub-20 da 2ª

Fotos: arquivo pessoal

Caio Farias, entre idas e vinas, tem cinco anos de Jabaquara

Experiência é algo que é muito importante em qualquer carreira. No futebol, há muitos jogadores que acumulam "rodagem" logo cedo. Este é o caso do goleiro Caio Farias, de 20 anos. Atualmente no elenco da equipe Sub-20 do Jabaquara, clube que defende, entre idas e vindas, a cinco anos, ele também acumula passagens por São Vicente, Uberaba e Balsas, sendo que nesses dois últimos clubes fez parte do elenco de profissionais.

Só no Leão da Caneleira, Caio Farias já passou pelos elencos do Sub-17, Sub-20 e profissional e quer ajudar, com sua experiência a equipe Sub-20 do Leão da Caneleira a fazer um belo Campeonato Paulista da Segunda Divisão da categoria, onde o time está invicto até aqui. O Curioso do Futebol bateu um papo com o goleiro e você pode conferir abaixo.

O Curioso do Futebol – Você está em seu último ano de Sub-20 e disputa mais uma vez a Segunda Divisão da categoria pelo Jabaquara. O que está achando da campanha da equipe e qual a sua expectativa para o decorrer da competição?

Caio Farias - Entre idas e vindos, eu já completei cinco anos no Jabaquara,  nas categorias Sub-17, Sub-20 e profissional. A campanha no Sub-20 deste ano estou achando muito boa. Estamos focados, escutando  o nosso comandante  Fred Topp, que vem passando sua experiência para nós. Ele é um  treinador muito bom estudioso! A minha expectativa é que a gente continue trabalhando firme para alcançar o nosso objetivo, que é chegar ao mata-mata.

O Curioso do Futebol – Antes de chegar no Jabaquara, você teve uma passagem pelo São Vicente. Como foi a experiência no Alvinegro do Bitaru?

Caio Farias - A minha experiência no São Vicente foi muito boa, onde fomos vice-campeões da Taça Paulista Sub-17 da FPF, onde perdemos a final para a grande equipe do Brasillis. Disputamos a competição com poucos recursos e conseguimos um bom resultado. Vale ressaltar o belo trabalho do treinador Maciel Berlamino. Foi um prazer vestir essa camisa do Alvinegro do Bitaru.

O Curioso do Futebol – Como foi que você chegou no Jabaquara?

Caio Farias - Eu cheguei no Jabaquara através de avaliação que foi publicada na TV Tribuna (N.R.: emissora afiliada à Rede Globo na Baixada Santista). Fiz três avaliações e me mandaram embora. Porém, na quarta eu passei como terceiro goleiro para disputa do Campeonato Paulista Sub-17. A minha estreia não demorou muito para acontecer, foi em um clássico contra a Portuguesa Santista. O resultado ficou no 1 a 1 e conquistei de vez a vaga na equipe titular, fazendo grande jogos. Depois, tive sequência no clube, atuando nas categorias Sub-20 e profissional. 

O Curioso do Futebol – Em mais de uma temporada, você já fez parte do elenco profissional do Jabaquara, sendo, inclusive, relacionado para algumas partidas. Como você usa essa experiência quando atua no Sub-20 e o que passa para os seus companheiros que ainda não tiveram a oportunidade no profissional?

Caio Farias - Eu fiz parte da equipe profissional do Jabaquara em duas temporadas. Além do Leão da Caneleira, joguei o Módulo 2 do Mineiro pelo Uberaba e o Campeonato Maranhense pelo Balsas. Toda a minha experiência venho passando para a equipe nos dias de treino. Sou uma pessoa que cobro muito a postura da equipe, pois nessa competição precisa muito de força física, sabedoria e tranquilidade. Essas são as peças chaves para seguir enfrente no Campeonato Paulista. É degrau por degrau!

Em treinamento

O Curioso do Futebol – Em quais goleiros você se espelha? Tem algum ídolo na posição?

Caio Farias - Eu me espelho muito no goleiro Fábio, do Cruzeiro, pois ele nunca cai de rendimento, está sempre em alto nível. Meu ídolo é o Rogério Ceni, pela história que ele fez no São Paulo. Além disso, a história dele bate com a minha, pois ele ficou um bom tempo no banco pro Zetti, depois teve sua oportunidade e fez história no clube. A minha está sendo a mesma coisa no Jabaquara.

O Curioso do Futebol – Ultimamente, exige-se cada vez mais que o goleiro também saiba jogar com os pés. Como você acha que se desempenha neste tipo de jogo e o que acha que deva melhorar?

Caio Farias - Depois que "implantaram" esse novo modelo de jogo prós goleiro aqui no Brasil, eu comecei a trabalhar muito e venho trabalhando com o nosso treinador de goleiros da equipe Sub-20, Evandro Júnior, que tem passagem na Europa. Ele vem passando para gente esse modelo de jogo e graças à Deus venho trabalhando bastante nesse aspecto, fazendo bastante jogadas de líbero nas coberturas. Treino para estar sempre melhorando.

O Curioso do Futebol – O que pensa para o seu futuro na carreira de jogador?

Caio Farias - Meu futuro Deus está no comando! Estou trabalhando firme, matando um leão por dia, para quando chega a oportunidade de joga numa equipe grande estar preparado.

O Jabaquara, que em três jogos no Campeonato Paulista Sub-20 da Segunda Divisão soma uma vitória e dois empates, entra em campo no próximo sábado, dia 23, às 15 horas, contra o Mauaense, no Estádio Espanha. A entrada é franca!
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações