segunda-feira, 29 de julho de 2019

Amarildo, o "Possesso", no Vasco da Gama

Foto: O Globo

Amarildo quando chegou ao Vasco, em 1973

Amarildo, o "Possesso", foi um dos grandes atacantes da história do futebol brasileiro. Ele começou no Goytacaz e marcou época no Botafogo, onde conquistou vários títulos no grande esquadrão que tinha nomes como Nilton Santos e Garricha, foi convocado para a Seleção Brasileira, onde jogou a Copa do Mundo de 1962, substituindo Pelé, machucado, a partir do terceiro jogo e fazendo gols importantes. Depois, ainda foi para a Itália, onde marcou época defendendo Milan, Fiorentina e Roma. Em 1973, ele resolve voltar ao Brasil para encerrar a carreira e vai para o Vasco da Gama.

Logo quando chegou ao clube, sofreu uma lesão muscular e quando voltou, resolveu retribuir o clube que lhe deu chance de encerrar a carreira. "Fiz um contrato em branco, sem ser remunerado. Foi uma maneira de agradecer a eles que me deram a oportunidade de encerrar a carreira em um grande time como o Vasco e retribuir o que fizeram comigo", explica o ex-jogador, em entrevista ao SporTV em 2012.

Amarildo é crítico com os jogadores atuais que, segundo ele, não têm amor aos clubes que defendem. "Nós tínhamos vínculos com nossos clubes, vestíamos literalmente a camisa. Hoje, os profissionais do futebol só pensam em dinheiro. Não tem futebol, é só correria e pancadas. E a culpa pelo mau futebol é dos treinadores. Eles pregam o futebol do resultados a todo custo".

Todo este acordo entre Vasco e Amarildo acabou sendo positivo para ambos. O "Possesso" formou ataque com Jorginho Carvoeiro e o então jovem Roberto Dinamite e ajudou o clube carioca a conquistar o seu primeiro título do Campeonato Brasileiro, em 1974. Mesmo ausente das finais contra o Cruzeiro, por conta de uma lesão, o Amarildo se tornou o único campeão mundial de 1962 a conquistar um título do Brasileirão.

Amarildo chegou a ser homenageado pela torcida do Vasco

Logo após a conquista, Amarildo pendurou de vez as chuteiras. Ele que levantou taças defendendo Botafogo, Milan e Seleção Brasileira, acabou parando de jogar ostentando seu único título pelo clube cruzmaltino.

Amarildo, no entanto, não esconde sua paixão pelo Botafogo. Foi no Alvinegro onde ele atuou por cinco anos, ao lado de craques campeões mundiais em 58 e 62. "Foi o clube que me projetou. É o clube do meu coração e onde tive o prazer de jogar com os maiores jogadores do mundo: Nilton Santos, Garrincha, Zagallo e Didi", finaliza.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações