domingo, 2 de junho de 2019

Luisinho Lemos! Vai deixar saudade!

Fotos: divulgação America Rio

Luizinho estava dirigindo o America quando passou mal

O futebol brasileiro teve um domingo, dia 2, triste. Faleceu durante a manhã o ex-centroavante e treinador, que estava no comando do America do Rio, Luisinho Lemos, que estava com 66 anos. Luisinho foi vítima de um infarto.

O treinador passou mal durante a estreia do America no Campeonato Carioca da Série B1, contra o Nova Cidade, em Nilópolis (jogo em que o Sangue venceu por 3 a 0). Ele foi levado direto para o hospital e ficou internado até este domingo, quando veio a falecer.

O America soltou a seguinte nota em seu site oficial:
É com tristeza incomensurável que informamos à família americana o falecimento de nosso ex-atleta, treinador e eterno ídolo Luizinho Lemos, aos 66 anos.
O velório de Luizinho acontecerá nesta segunda-feira (3), entre 9h e 12h30, no Memorial do Carmo (Capela 7), no Caju, com cerimônia de cremação prevista para 13h.
O presidente Sidney Santana determinou luto oficial de sete dias no clube.
Carreira - Como jogador, Luisinho Lemos, irmão dos também centroavantes Cesar Maluco e Caio Cambalhota, começou no America, seu clube do coração, onde jogou entre 1973 e 1974 e depois entre 1982 a 1984, tornando-se o maior artilheiro da história do clube rubro com 311 gols e sagrando-se campeão do Torneio dos Campeões em 1982, da Taça Guanabara de 1974 e da Taça Rio em 1982.

Tombo jogou ainda com destaque, também com Caio, no Flamengo (1975 a 1977); no Sport Club Internacional (1977 e 1978), Botafogo (1978 e 1979); também como César, no Palmeiras (1984 e 1985), dentre outros clubes do exterior, pois jogou na Espanha, México e Catar, tendo feito 434 gols apenas atuando pelos clubes brasileiros, sem contar os seus gols no exterior.

Em seus tempos de jogador

Foi artilheiro do Campeonato Carioca de 1974 e 1983, pelo America. Foi o terceiro maior artilheiro do estádio do Maracanã e também maior goleador da história do America. Após encerrar a carreira como jogador, tornou-se técnico de futebol, treinando o mesmo America, e depois, clubes do Catar. Voltou ao America em 2018, conquistando a B1 do ano passado.

Confia a mensagem do America nas mídias sociais:
Luizinho nos deixou. O nosso herói. Dos gols maravilhosos, da vibração, de vitória e de títulos, dentro do campo ou à beira do gramado. Sempre trabalhou por um America vitorioso e grande, pois nada diferente disso cabia em sua visão. Todo o agradecimento da nossa parte é insuficiente para quem nos deu tanta felicidade. Nos consola, porém, saber que tudo o que você fez é eterno e jamais será apagado da nossa história e dos nossos corações. Segue em paz, Guerreiro. Obrigado por tudo. Sempre te amaremos.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações