domingo, 12 de maio de 2019

Peixe passeia e faz 3 a 0 no Vasco no Pacaembu pelo Brasileirão

Por Lucas Paes
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Rodrygo fez grande partida e marcou um dos gols do Santos

O Santos segue sua sina de shows no Brasileirão de 2019. Depois de um jogo abaixo da critica em Alagoas, o Alvinegro Praiano deu show e venceu o Vasco por 3 a 0 no Pacaembu, em jogo válido pela quarta rodada do Brasileirão. Melhor desde o começo, o placar foi até baixo pelo número imenso de chances que os santistas, agora na vice-liderança, perderam. O Vasco segue em sua aparente infinita crise e é o lanterna do Brasileirão.

O Santos vinha de empate sem gols diante do CSA, no Estádio Rei Pelé, em Alagoas, um primeiro "tropeço" do Alvinegro Praiano no Campeonato. O Vasco, lanterninha, vinha de empate por 1 a 1 contra o Corinthians, em jogo disputado na Arena da Amazônia. 

O Peixe começou o jogo com tudo no campo de ataque, numa primeira chance mais aguda, Rodrygo obrigou Sidão a fazer grande defesa em chute após cobrança de escanteio, logo aos dois minutos do duelo. Os santistas faziam uma blitz ofensiva no Vasco e pouco eram incomodados nos primeiros minutos. Aos 5', Rossi foi lançado em velocidade, mas não conseguiu chegar antes da bola sair, em primeiro lance mais agudo do Cruzmaltino.

Só que a pressão do Santos seguia forte, com domínio territorial, o alvinegro chegou de novo aos 9', em cruzamento de Sanchez perigoso que Jean Lucas não alcançou. Em saída seguinte, na resposta do Vasco, Rossi tentou cruzar para Maxi Lopez, mas a bola não chegou ao argentino. O gol do Santos só não veio aos 12' porque Pikachu salvou um chute de Rodrygo que tinha destino certo, após lindo ataque do Alvinegro Praiano. No escanteio seguinte, Jorge tentou na sobra da saída de Sidão, mas o chute foi em cima do goleiro vascaíno. Logo depois, em outra jogada santista, Sanchez tentou de longe, mas a bola passou ao lado do gol.

De tanto pressionar, o gol do Peixe finalmente veio. Após saída errada de Sidão, o Alvinegro Praiano recuperou a bola com Rodrygo e Diego Pituca bateu por cobertura, marcando um golaço e abrindo o marcador aos 19'. Só que a alegria santista duraria pouco, pois três minutos depois, Pikachu fez jogada boa, Marrone recebeu, tentou o passe, a bola desviou e sobrou limpa para Maxi Lopez empatar o jogo, que começou com tudo no Pacaembu, mas o VAR apontou impedimento de Maxi, anulando o gol.

A pressão alvinegra era absurda, com os santistas chegando constantemente ao ataque eo Vasco meio perdido, apesar do gol anulado. Não a toa não demorou muito para o palcar ficar maior. Aos 32', Soteldo ganhou a dividida, Jorge passou para Rodrygo, que cortou dois zagueiros do Vasco e mandou para as redes, ampliando o placar para os mandantes. A partir daí, o Santos diminuiu o ritmo e só foi chegar de novo aos 42', quando Sanchez driblou Sidão e faria o terceiro, não fosse pela intervenção primordial de Bruno Silva. No escanteio seguinte, Sidão saiu mal e Gustavo Henrique cabeceou na trave. Logo depois, Jorge chegou em velocidade e chutou para defesa de Sidão. Pituca depois tentou de muito longe, mas a bola também passou distante do gol.

A etapa fnal começou com o Vasco mexendo no time e tentando diminuir, tendo falta perigosa logo no primeiro minuto. Pikachu bateu em cima da barreira. Logo depois, no escanteio, Lucas cabeceou na trave e quse diminuiu o placar. Nos primeiros minutos o domínio era cruzmaltino, aos 4', Barcelos chutou para defesa tranquila de Vanderlei. O Vasco havia voltado melhor na etapa final. 

A partir dos 10 minutos, o jogo de uuma esfriada e ficou mais travado, sem grandes chances. Até que aos 19,' o Santos acertou um contra-ataque, Soteldo deu belo passe para Rodrigo, que devolveu para o venezuelano, que parou em Sidão, no rebote, Sanchez espanou o taco e perdeu grande chance. Aos 24', o Santos foi tocando a redonda até ela chegar em Soteldo, que finalizou colocado no travessão, em belíssimo chute. Dois minutos depois, o Peixe acertou outro contra-ataque, Jean Motta lançou Sanchez que perdeu outra chance incrível, parando na trave. 

Diz o ditado que água mole em pedra dura, tanto bate até que fura. Pois bem, o Peixe saiu na base da troca de passes, Sanchez tocou de calcanhar para Rodrigo, que tabelou com Jean Motta e tocou para Soteldo mandar para as redes. Logo depois do gol, o Vasco chegou em bonita finalização de Andrey, para defesa de Vanderlei, que deu rebote, mas interceptou a tentativa de Marrony. O Alvinegro Praiano seguia forte e, aos 35', Jean Motta tentou de longe e ela passou muito perto, após linda arrancada de Derlis Gonzalez. Pouco depois, Rodrygo quase marcou o quarto, após Soteldo ser interceptado por Sidão e o Santos se reorganizar no ataque.

Aos 38', o Vasco finalmente chegou, em bela cobrança de falta de Valdívia, que obrigou Vanderlei a fazer grande defesa. Aos 42', outro lindo ataque do Santos, a bola sobrou para Jean Motta, após linda combinação de Jorge e Soteldo, mas o meia santista chutou para fora. Apesar de não parar de tentar até o fim do jogo, os mandantes não conseguiram ampliar o placar, que terminou com a tranquila vitória santista.

O Santos volta a jogar na quinta-feira, pela Copa do Brasil, diante do Atlético Mineiro, no Estádio Independência, as 19h30. No Brasileirão, o próximo jogo será neste mesmo Pacaembu, diante do Palmeiras, com mando do Verdão, no sábado, as 19h. O Vasco só volta a jogar no próximo domingo, as 19h, no São Jauário, contra o Avaí.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações