quinta-feira, 30 de maio de 2019

A Recopa Sul-Americana é do River Plate

Foto: divulgação River Plate

River Plate fez um belo segundo tempo e construiu o placar

O campeão da Recopa Sul-Americana de 2019 é o River Plate. O time argentino encarou o Athlético Paranaense, na noite desta quinta-feira, dia 30, no Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, e venceu pelo placar de 3 a 0, com todos os gols saindo no segundo tempo. O Furacão havia vencido o primeiro jogo, na Arena da Baixada, em Curitiba, na semana passada, por apenas 1 a 0.

O River teve uma etapa inicial de superioridade em cima do Athlético Paranaense. A equipe estava focada, precisa e criou várias situações de gol. O primeiro foi um centro da esquerda de Fabrizio Angilero, mas Lucas Pratto não se conectou. Então, depois de uma grande jogada coletiva, Nacho Fernández se infiltrou na área e acertou o poste direito. No seguinte, uma manobra da esquerda entre Nacho Fernández e Rafael Borré encontrou Angileri, mas seu tiro cruzado foi defendido por Santos.

Outra chance clara para River foi em uma jogada rápida pela direita de Gonzalo Montiel e um tiro de Pratto que o goleiro defendeu. No único lance de perigo dos visitantes, Franco Armani se tornou gigante com uma defesa espetacular quando Luis González chegou a um metro do gol.

No começo da segunda etapa, o River continuou superior, embora lhe custasse a chegar claramente ao ataque nos primeiros minutos. Pratto tentou de cabeça depois de um escanteio e, em seguida, veio o a abertura do marcador: através do VAR, o árbitro Roberto Tobar deu um pênalti de González. Nacho Fernandez foi para a cobrança e Santos pegou, mas o próprio Fernandez pegou o rebote e marcou o gol igualava o embate no agregadp.

Então, o River foi para cima para evitar a prorrogação. E conseguiu! Já nos acréscimos, Lucas Pratto entrou na área e marcou o segundo, que já dava o título para os Millorarios. Porém, ainda houve mais um lance e aconteceu o terceiro, em uma finalização perfeita de Matías Suárez: 3 a 0 para o River Plate, o campeão da Recopa Sul-Americana.

Assim, o Millonario acrescentou um novo título continental, uma nova volta olímpica e levantou a Recopa nesta final que jogou por ter vencido o Boca Juniors em Madrid, onde conquistou a Libertadores. O Monumental Nuñez foi testemunha de mais um grande feito do River Plate.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Um comentário:

  1. O futebol argentino mais uma vez dando uma aula no futebol brasileiro ,impressionante como nosso futebol não se encaixa perante os argentinos e o atléticos se torna mais uma vitima do sempre respeitável futebol portenho

    ResponderExcluir

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações