sexta-feira, 5 de abril de 2019

Atlético Goianiense campeão da Série C em 1990

Com informações do site dos Campeões
Foto: Revista Placar

Da esquerda para a direita. De pé: Ferreira, Marcio Defendi, André, Varta, Renato,
Meri, Luiz Almeida, Homero Cavalheiro (treinador), Sílvio Lemos e Sussumo Taia (médico)
Agachados: Mussum (massagista), Gilson Batata, Lindomar, Ramon, Marcinho, Silvio, Júlio Cesar, Paulo César Jabuticaba, Sidnei e Zé Valdo.

O Atlético Goianiense pode até não estar no seu melhor momento histórico como a poucos anos atrás, quando voltou a ganhar títulos estaduais e chegou a estar na Série A do Brasileiro. Porém, o Dragão ainda mantém na Série B, sempre brigando pelo acesso, apesar da volta recente do domínio regional do rival Goiás. Mas, a história já foi diferente, quando os títulos eram raros. Por isto, a conquista do Brasileiro da Série C em 1990 tem muito valor.

A terceira divisão do Campeonato Brasileiro não era considerada uma prioridade até há alguns anos. Suas primeiras edições foram intermitentes e com regulamentos aleatórias. Após a disputa de 1988, a CBF cancelou a organização da Série C em 1989, optando por inchar a segunda divisão. Mas em 1990 a terceirona já estava de volta.

Mais magra em relação a dois anos antes, mas com o mesmo intuito de reunir os times pequenos que foram bem nos estaduais. Foram 30 clubes na disputa, divididos em seis grupos. E o campeão foi o Atlético Goianiense, uma das principais forças do futebol goiano e do Centro-Oeste.

O Atlético-GO entrou na Série C através do grupo 3, junto com Ubiratan, União Rondonópolis, Vila Nova e Gama. Com uma campanha irretocável, o Dragão não teve nenhum problema na primeira fase. Estreou goleando o rival Vila Nova por 4 a 1, fez 1 a 0 no Gama e 5 a 1 no Ubiratan do Mato Grosso do Sul, ambos no Serra Dourada, e venceu o União por 2 a 1 no Mato Grosso. Com oito pontos, se classificou na liderança.

Nas quartas de final, repetiu dois jogos contra o Gama. Perdeu por 1 a 0 em Brasília, mas reverteu com um fácil 4 a 0 em Goiânia. Na semifinal, o Atlético-GO enfrentou o América-RN, fazendo uma vantagem de 2 a 0 na partida de ida no Machadão, em Natal, e concretizando a vaga na final com um belo 5 a 2 no Serra Dourada.

A final foi contra o América-MG, em dois jogos. O Dragão possuía melhor campanha, o que lhe deu o benefício de atuar por dois empates ou por resultados iguais. A ida foi no Independência. em Belo Horizonte, e não saiu do 0 a 0. A volta foi no Serra Dourada, em Goiânia, e o gol insistiu em não acontecer para os dois lados. Melhor para o Atlético-GO, que exerceu o direito pela campanha superior e comemorou o título da Série C de 1990. Foi a primeira conquista nacional do rubro-negro goiano, a principal até ser igualada em 2008, e superada pela segunda divisão em 2016.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações