domingo, 3 de março de 2019

Os primeiros passos de Zico como profissional

Com informações do site oficial do Flamengo
Foto: Arquivo Flamengo

Em seu primeiro jogo como profissional, Zico atuou com a camisa 9 e de ponta-direita

O futebol brasileiro e, principalmente, o torcedor do Flamengo fazem festa em 3 de março. Nesta data, no ano de 1953, nascia Arthur Antunes Coimbra, simplesmente Zico, um dos maiores camisas 10 da história no Brasil e o grande jogador da história do Rubro Negro.

A história no futebol profissional de Zico começa em 29 de julho de 1971, quando ele fez o primeiro jogo profissional da carreira, com apenas 18 anos, e, é claro, pelo Flamengo. O craque já começou vencendo um Clássico dos Milhões: 2 a 1 sobre o Vasco, com direito a gol da vitória de Fio Maravilha no último minuto.

Em seu primeiro jogo no elenco principal, Zico vestiu a camisa 9 e atuou como ponta-direita. O jovem Galinho entrou no lugar de Buião, que era o titular da posição. Foi em 1971 o último ano em que a Taça Guanabara era um torneio separado do Campeonato Carioca. A partir de 1972, o campeonato passou a ser o 1º turno do Estadual.

Ponta-esquerda da equipe que entrou em campo ao lado do estreante Zico, Rodrigues Neto conta que acompanhava Zico desde as categorias de base, e não se surpreendeu com a elegância do craque em campo. "Me lembro da estreia, e é claro que ele foi muito bem. Para mim não foi novidade, já que eu acompanhava ele na base. Desde aquela época, de Infantil, Juvenil, ele mostrava todo seu talento. Joguei contra o Edu, irmão dele, que já era refinado, era de família. Todos percebiam que o Zico seria um grande jogador", contou o ex-jogador rubro-negro.

Rodrigues Neto não consegue eleger apenas uma partida em que Zico tenha desfilado seu futebol como favorita. Fã e amigo do eterno camisa 10 da Gávea, ele lembra com muito carinho e admiração do Galinho. "No Flamengo, principalmente no Maracanã, todos os jogos foram marcantes. Foi lá que ele fez sua história. Sempre se esperava algo diferente dele, e sempre acontecia. Ou colocando o companheiro na cara do gol, ou ele mesmo marcava. E era um gol mais lindo que o outro. Todos os jogos do Galo no Flamengo e no Maracanã foram partidas memoráveis. Os jogadores dessa época jogavam com muito amor. Sempre fomos amigos, ele, Sandra (esposa de Zico), Edu (irmão). O Flamengo era uma família. Somos amigos até hoje".

Rodrigues Neto, 13º atleta que mais jogou com o Manto Sagrado, também é amigo de longa data do treinador Vanderlei Luxemburgo, que foi seu reserva na lateral-esquerda de 1972 a 1974.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações