segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Portuguesa Santista mostra potencial, mas falta algo para sonhos maiores

Por Lula Terras
Foto: Douglas Teixeira / Agência Briosa

Por falhas, a Briosa vem perdendo pontos, que deixariam a equipe ainda melhor na classificação

Em partida válida pela oitava rodada do Campeonato Paulista da Série A2, a Portuguesa Santista deixou a vitória escapar, no final do jogo, quando vencia, em Santo André, o time da casa por 2 a 1. O Ramalhão chegou ao empate, através de um pênalti assinalado pelo árbitro Márcio Henrique de Gois, aos 48 minutos do segundo tempo.

O resultado que, por ter sido fora de casa, pode ser considerado bom para a Briosa, que agora ocupa a quarta colocação, portanto, dentro da zona de classificação para a próxima fase, onde estarão às oito melhores equipes da competição. Mesmo bem colocada, a Briosa parece que vive uma situação sui generis na competição, jogando melhor fora do que em casa.

Para reforçar a idéia, separamos três jogos, realizados em Ulrico Mursa, em que a briosa, mesmo atuando de forma superior aos adversários, quase entrega a rapadura, como se diz na gíria futebolística. Foi assim contra a Portuguesa de Desportes, em que dominou totalmente o adversário, mas teve que correr atrás do placar, por duas vezes, para não ser derrotada em casa.

Contra o líder Água Santa, virou o primeiro tempo, com a vantagem de 1 a 0 e maior domínio do jogo. Neste jogo, o que chamou a atenção foram as mexidas do treinador Márcio Ribeiro, que mudaram totalmente as características do jogo e, em dois lances, ainda no início da etapa final, virou para 2 a 1, em falhas gritantes do sistema defensivo da equipe de Santos.

Agora, o jogo mais intrigante aconteceu no meio da semana passada, contra a tradicional equipe do XV de Piracicaba que começou como os anterior, com a Portuguesa mantendo o domínio, chegando a vantagem de 2 a 0. Porém os piracicabanos viraram em 3 a 2, mas não conseguiram segurar a Briosa, que reviraram a partida, que terminou em 4 a 3.

Numa breve análise sobre o que está acontecendo, chegamos a acreditar que o treinador Sérgio Guedes, que tem seu trabalho reconhecido por passagens por várias agremiações, porém vem caindo em verdadeiras armadilhas armadas pelos treinadores adversários, durante o desenrolar das partidas. Será que, em seu grupo de trabalho não tenha alguém que enxergue a situação e o ajude a evitar que a Portuguesa caia nessas armadilhas? A não ser que, dentro do elenco, existam poucas opções de atletas para maiores variações de jogadas.

Estou convicto que, corrigindo esse ponto fraco, a Portuguesa tem tudo para passar de fase e voltar para a Série A1. Um sonho de todos esportistas da Região, seja qual for seu time de coração.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações