sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Juninho no Middlesbrough – Quando um brasileiro virou "Rei" na Premier League

Por Lucas Paes 

Juninho foi Rei no Middlesbrough e é considerado o maior jogador da história do clube 
(Foto: Reuters)

A Premier League hoje é um cenário cheio de jogadores brasileiros. Na briga pelo título, o Liverpool tem seu coração e cérebro em Roberto Firmino e o Manchester City tem papel importante em Fernandinho. Além deles, temos David Luiz no Chelsea, Richarlisson e Bernard no Everton, entre outros. Tudo porém, no que se refere a Premier League, começa com um certo Juninho Paulista, que virou praticamente uma divindade no Middlesbrough nos anos 1990. A torcida o chamava de Rei. 

O primeiro brasileiro de sucesso em terras inglesas foi Mirandinha, que teve grande passagem pelo Newcastle no fim dos anos 1980, numa época onde ainda figurava a antiga Football League. A liga passa a se chamar Premier League em 1992 e em 1995 chega ao país o meia Juninho Paulista, de passagem espetacular pelo São Paulo de Telê. Na época, sua chegada acontece através de uma política do Middlesbrough de trazer alguns estrangeiros que ajudaria a revolucionar o futebol inglês. 

No Boro, foi como um raio. Chamou rapidamente a atenção pela sua qualidade, pelo seus passes, dribles e gols. Chegou porém, no meio da temporada. Juninho estourou definitivamente em 1996/1997. Foram 44 jogos e 13 gols, ajudando o Boro a chegar a final das duas copas nacionais, a FA Cup e a League Cup. Infelizmente para o brasileiro, ambas foram perdidas. Na liga, apesar da pontuação ser melhor que a dos rebaixados, o Middlesbrough acabou punido por adiar um jogo devido a ausência de 23 jogadores e perdeu pontos que decretaram seu descenso. Ainda assim, a parceria entre Juninho e Ravanelli ficou para sempre na memória dos torcedores. Foi eleito o melhor jogador da Premier League na temporada 1996/1997, batendo ninguém menos que Alan Shearer.

 Em 2004, marcou seu gol mais importante pelo clube, diante do Arsenal, no Highbury

Com o rebaixamento, Juninho acabou vendido ao Atlético de Madrid. Retornaria ao Boro em 2000, já no meio da temporada. Jogou, naquela oportunidade 28 vezes e marcou quatro gols. Retornaria ao clube novamente em 2002, após ser campeão do mundo com o Brasil. Foram mais dois anos na equipe. Nesse período, Juninho sofreu com lesões e problemas físicos, mas sempre que estava em campo era importante para o Boro. Coroou a idolatria fazendo parte do time campeão da Copa da Liga Inglesa em 2004. Nesse título, fez um gol importantíssimo na partida diante do Arsenal, na semifinal, em Highbury. Ao fim daquela temporada, deixou o Middlesbrough para jogar no Celtic. 

Acabou nunca tendo uma quarta passagem, porém, é considerado por muitos o maior jogador da história do Middlesbrough. Aliás, inclusive ganhou uma enquete sobre tal título em 2014. Seus 29 gols na Premier League eram um recorde para um jogador brasileiro até que foi ultrapassado por Phillippe Coutinho, na época de Liverpool (também foi ultrapassado já por Roberto Firmino.). No total, foram 132 jogos e 31 gols pelo Boro. Um belíssimo cartão de visita do Brasil para a Premier League.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações