sábado, 16 de fevereiro de 2019

A polêmica transferência de Bebeto do Flamengo para o Vasco

Por Victor de Andrade
Fotos: arquivos Flamengo e Vasco

Bebeto saiu do Flamengo, onde estava desde 1983, e foi para o Vasco em 1989

José Roberto Gama de Oliveira, o Bebeto, foi um dos maiores atacantes do futebol brasileiro, principalmente nas décadas de 80 de 90. Completando 55 anos neste 16 de fevereiro de 2019, o jogador era rápido, habilidoso e tinha faro de gol. Ele marcou época no futebol carioca e foi envolvido em uma das negociações mais polêmicas da história do futebol brasileiro, quando trocou o Flamengo pelo rival Vasco da Gama, em 1989.

O final da década de 80 era um momento de transição do futebol brasileiro. Havia ainda aqueles jogadores que ficavam anos em um único clube, marcando época e a ida para o futebol europeu existia, mas não era em uma freqüência tão grande como nos dias atuais. Trocar um time pelo rival então ainda não era algo corriqueiro. Por isto, muitos duvidavam que Bebeto iria sair do Rubro-Negro para ir ao Cruzmaltino.

A novela da transferência de Bebeto do Flamengo para o Vasco, em 1989, durou 28 dias. Durante esse tempo, o atacante negou a proposta de renovação do rubro-negro e acabou aceitando a vascaína. Apesar de ter tido a oportunidade de reverter a negociação, o Fla frustrou o jogador ao demorar a acatar sua pedida.

Bebeto já era ídolo do Flamengo na época da negociação

"Eu nunca quis sair do Flamengo. Hoje, eu posso falar, já parei de jogar. Quando o José Moraes me falou da proposta, eu não sabia o clube. Achei que era para fora. Os números eram de qualquer time de ponta da Europa. Não tenho mágoa do Gilberto Cardoso Filho, que era o presidente do Flamengo. Mas ele não acreditou que havia a proposta, disse que não me daria nem um centavo a mais. O que eu escutei ali, nunca imaginei escutar na minha vida: "É isso aí, se quiser pegar, pega. Ninguém vai pagar isso por um jogador como você, não". As pessoas passam, o Flamengo é eterno", disse Bebeto em entrevista ao jornal O Globo.

Na mesma entrevista, Bebeto garantiu que chegou a até pensar em aceitar ficar no Rubro-Negro por menos. "Um dia eu fui ao Flamengo. Não queria sair. Fui dizer que, se tinham me oferecido US$600 mil por ano, eu ficaria por US$200 mil, que eu não estava inventando proposta. O George Helal disse que, por ele, me daria tudo. Ele tentou de tudo. Aí eu fui pra seleção, aquela pressão enorme por ser o Vasco".

No fim, ele acabou indo para o Vasco. "Era gente ligando, ameaças. Acontece que, quando eu fiz meu contrato anterior com o Flamengo, o clube me deu dez promissórias. Nenhuma tinha fundo. Fiquei com dívida de todo canto. E o José Moraes quitou tudo, me ajudou demais. Eu liguei pra ele e disse que não ia me transferir e ele falou: "Agora eu já dei minha palavra. Se você voltar atrás, estou fora e você segue sua vida". Não tive como não ir. Foram dias aterrorizantes na minha vida".

Bebeto ficou no Vasco até 1992

Porém, ao chegar no Vasco, Bebeto diz que foi tratado muito bem. "Todo mundo sabe que sou fiamenguista, rapaz. Mas o carinho com que fui tratado portodo mundo no Vasco, diretoria, torcida. Agradeço a Deus. Quando eu jogava no Vitória, lá no começo, os dirigentes falaram que eu ia para o Vasco. Mas o Flamengo apareceu com o dinheiro. Todo mundo se assustou. Como vão pagar tanto por um menino raquítico? E tem outra coisa. Meu avô se chamava Vasco da Gama. Por causa dele, eu tinha um carinho pelo Vasco. Mas eu era Vitória, que era vermelho e preto como o Flamengo. Meus botões eram do Flamengo".

Segundo o próprio jogador, a pior parte de sua passagem pelo Vasco. "Não sabiam o que tinha acontecido. Ficava muito triste No primeiro jogo, então Na despedida do Zico, eram 200 mil pessoas me vaiando. Ele falou "Não liga, não Você está aqui por minha causa e te agradeço"", disse.

Bebeto ficou de 1983 a 1989 no clube da Gávea antes de se transferir para a Colina, onde saiu em 1992, quando foi jogar no Deportivo La Coruña, da Espanha. Depois ele teve uma segunda passagem pelo Flamengo, em 1996, e também outra pelo Vasco, em 2001, além de ainda ter jogado pelo Botafogo entre 1998 e 1999.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações