quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Zé Roberto no Real Madrid

Por Victor de Andrade
Foto: divulgação Real Madrid

Zé Roberto não teve muito espaço no Real Madrid e acabou ficando menos de um ano no clube

Tanto na lateral-esquerda como na meia, Zé Roberto, que fez o seu jogo de despedida no último domingo, dia 13 de janeiro, foi um grande jogador, que marcou época vestindo as camisas de Portuguesa, Bayer Leverkusen, Bayern de Munique, Santos, Grêmio, Palmeiras e Seleção Brasileira. O jogador teve passagens não tão brilhantes em outros clubes, como no Real Madrid, em 1997.

Zé Roberto era um dos grandes destaques do time da Lusa que foi vice-campeã brasileira em 1996 e já chamava a atenção antes mesmo disso, pois era "figurinha carimbada" nas convocações de Zagallo para a Seleção Brasileira desde um ano antes. Palmeiras (onde iria encerrar a carreira) e Lazio (que ofereceu até uma parceria mais ampla) estavam atrás do jogador, mas o Real Madrid acabou o comprando por US$ 6 milhões.

Se não era a era dos galáticos, o Real Madrid naquele momento já tinha uma verdadeira constelação, tanto que jogadores que são ídolos no futebol brasileiro, como o sérvio Petkovic e o colombiano Rincón, estiveram no clube na segunda metade dos anos 90 e não tiveram espaço. E foi praticamente o mesmo que aconteceu com o lateral/meia.

Ele chegou no início de 1997, com a temporada já em andamento. Pegou a camisa 21, que era de Luís Enrique, que havia saído do clube. Apesar de habilidoso e já tendo passado por decisões, Zé Roberto teve problemas de adaptação e não mostrou o futebol que apresentava na Portuguesa. Acabou tendo pouco espaço naquele semestre e fez apenas nove partidas, boa parte delas entrando no segundo tempo.

Para a temporada 1997/1998 o cenário parecia ser outro. Começou a ser titular no meio-de-campo, onde saiu jogando em oito oportunidades e marcou um gol, contra o Rosenborg, pela fase de grupos da Champions League. Porém, foi perdendo espaço novamente e isto o incomodava, pois 1998 era ano de Copa do Mundo ele queria estar atuando para ir à França defendendo a Seleção Brasileira.

Zé Roberto deixou claro que queria sair, foi tendo cada vez menos chances e seu último jogo com a camisa merengue foi em 27 de novembro de 1997, em outra partida contra o Rosenborg. Para 1998, foi emprestado ao Flamengo e, apesar da equipe não ter tido bons desempenhos, ele jogou bem, foi para a Copa do Mundo e depois o Real Madrid o vendeu para o Bayer Leverkusen. Mas isto é uma outra história.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações