terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Resistência ao trabalho de Jorge Sampaoli tem que ser revista

Por Lula Terras
Foto: Ivan Storti / Santos FC

Jorge Sampaoli já colocou em prática melhoras táticas na equipe e cobra mais agilidade da diretoria

A chegada de treinadores estrangeiros para trabalhar no Brasil costuma ser mal digerida por treinadores brasileiros, principalmente aqueles que estão fora do mercado, e encontram eco em setores da imprensa esportiva que, não perdem tempo de questionar o acerto dessa escolha, por parte dos dirigentes. Essa situação vem se repetindo sempre, desde o interesse, por parte dos clubes, como também, quando o trabalho passa a ser efetivamente realizado, e tudo registrado continuamente pela imprensa esportiva brasileira. 

A contratação do argentino Jorge Sampaoli no Santos, apesar de reconhecido como um dos melhores treinadores do Mundo, não foi diferente, com a agravante da diretoria santista ser merecedora das críticas que tem recebido pela demora na contratação de reforços, que foram prometidos ao treinador, quando de sua chegada e só agora vem conseguindo algum sucesso, mas nada que empolgue os torcedores. 

Nesses pouco mais de 20 dias comandando o elenco santista várias áreas de atritos foram criadas, seja por declarações contundentes do treinador, seja pelas reações contrárias ao seu trabalho por parte de torcedores e, também, por setores da imprensa esportiva brasileira. Neste curto período, foram dois jogos, empate contra o Corinthians, em 1 a 1, em Itaquera, e vitória por 1 a 0, contra a Ferroviária, na abertura do Campeonato Paulista, na Vila Belmiro, resultados que podemos considerar positivos, mas não, o suficiente para dar uma freada em seus detratores que a todo o momento colocam em dúvidas sua continuidade no comando do time. Inclusive até saiu na imprensa um prazo curto para que Sampaoli iria abandonar o barco, o que infelizmente para este pessoal, ainda não aconteceu, inclusive ele mesmo se manifestou contrário a esta hipótese. 

Essa má vontade explícita pode ser levada em conta por parte de torcedores, principalmente aqueles que tem seus treinadores de coração, daí o uso das redes sociais para expor esse sentimento, gerando ampla discussão com os demais torcedores. Mas, em se tratando de jornalistas conceituados, de quem se espera o mínimo de imparcialidade, fica a impressão que esteja acontecendo um grande lobby, visando a saída de Sampaoli e sua substituição, por um dos treinadores brasileiros que estão fora do mercado. Alguns até, bem conceituados, mas os últimos resultados alcançados, não os credencia a conquistar esse espaço. 

Nada pessoal contra esses treinadores, que não vou citar os nomes em respeito à história de cada um, que merece ser preservada, mas que o futebol brasileiro está estagnado desde o final da década de 80, está. E parte da responsabilidade, cabe aos nossos treinadores que, no intuito de defender seu emprego, vem adotando o sistema de futebol de resultados, que é feio e com pouca efetividade ofensiva. 

Quem sabe, o trabalho de Sampaoli não represente um choque de realidade e traga à luz, os treinadores brasileiros, em especial da nova geração e busquem o resgate do futebol arte, de nos deu muitas e brilhantes conquistas, num passado não tão distante. Torcendo sempre.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações