quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Nigéria campeã africana de 1980 com Oto Glória no comando

Por Victor de Andrade

A seleção nigeriana que foi campeã africana em 1980 sob o comando de Oto Glória

O brasileiro Oto Glória, que faria 102 anos se estivesse vivo neste 9 de janeiro de 2019, foi um dos maiores treinadores do país, quiçá do mundo. Foi com ele que a Seleção Portuguesa conseguiu a terceira colocação na Copa do Mundo de 1966, na Inglaterra, e a Lusa conquistou o seu último Paulistão, em 1973. Mas Oto Glória também tem outro título importante em seu currículo: o de campeão africano, pela Nigéria, em 1980, o primeiro continental a história das Super Águias.

Oto Glória foi chamado à Nigéria para uma difícil missão. O país iria sediar pela primeira vez a Copa das Nações Africanas e o treinador brasileiro seria comandanta na tentativa de levar a seleção local ao título da competição, o que nunca tinha acontecido. Atualmente, a Nigéria tem uma das seleções mais fortes do continente, o que não era o mesmo cenário em 1980.

Depois de uma preparação um pouco conturbada, o que não deixa de ser comum em seleções africanas, Oto Glória e a Seleção Nigeriana entraram no gramado do Estádio Surulere, em Lagos, para encarar a Tanzânia, em 8 de março de 1980, na abertura da competição. A expectativa era grande e os nigerianos não decepcionaram a sua torcida, vencendo por 3 a 1. Lawal e Onyedika fizeram 2 a 0 para a equipe da casa, Mkambi diminuiu, já no segundo tempo, mas Odegbami deu números finais.

Oto Glória: sucesso no Brasil, Portugal e Nigéria

O segundo jogo dos comandados de Oto Glória foi no dia 12 de março, também no Surulere, em Lagos. O adversário foi a Costa do Marfim e o placar ficou em branco. A decisão da vaga para a semifinal ficou para três dias depois e o adversário era o temido Egito, que havia vencido as suas duas partidas. Porém, a Nigéria fez um grande jogo e venceu por 1 a 0, com gol de Isima, aos 15 minutos de partida.

A vitória deixou os nigerianos em primeiro lugar no Grupo A e a semifinal seria contra o Marrocos, no dia 19 de março. O Estádio Surelere ficou lotado e a torcida empurrou a Nigéria. Logo aos 9 minutos, Owolabi fez o gol que levou as Super Águias para a final do torneio. Foi uma grande festa em Lagos!

A grande decisão em Lagos

A decisão foi no dia 22 de março e a Nigéria teria pela frente a Argélia, na grande decisão da competição. Cerca de 85 mil pessoas lotaram o Estádio Surelere para torcerem para o time da casa, que fez a melhor partida na Copa Africana das Nações, vencendo por 3 a 0. Odegbami fez dois gols ainda no primeiro tempo e Lawal completou o marcador. As Super Águias finalmente eram donos do futebol africano.

A Nigéria ganharia o torneio em mais duas oportunidades (1994 e 2013), mas a primeira é sempre especial, e ainda se tornaria uma seleção respeitada em todo mundo, tornando-se uma das granes forças do continente. Já Oto Glória deixaria as Super Águias em 1982 e ainda dirigiria novamente a Seleção Portuguesa e o Vasco, onde encerrou a carreira em 1983. Ele faleceu no dia 4 de setembro de 1986.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações