domingo, 6 de janeiro de 2019

Nacional bate São Bento por 1 a 0 e segue 100% na Copinha

Fotos: Ale Vianna / Nacional AC

Nacional venceu o seu segundo jogo na competição e deu um grande passo para a classificação

O Nacional Atlético Clube-SP bateu o São Bento-SP por 1 a 0 e, dependendo do confronto Santa Cruz-PE x Goiás-GO, que começa às 11 horas, garante vaga para a fase de mata da 50ª Copa São Paulo de Futebol Júnior de forma antecipada. A partida válida pela segunda rodada foi disputada na manhã de domingo (6), no Estádio Nicolau Alayon, na Barra Funda, em São Paulo (SP). Rikelmi marcou o único tento da partida em lindo chute cruzado. O Naça, que venceu os dois jogos que disputou e ainda não sofreu nenhum gol, é líder momentâneo do Grupo 31 com seis pontos conquistados.

O Nacional-SP começou a construir sua vitória contra o São Bento-SP já a partir dos primeiros minutos, quando abafou o adversário em seu campo de jogo. O atacante Yan Santo, que atuou na vaga de Matheus Avelino, suspenso, avançou em belo contra-ataque pela esquerda e foi parado apenas com falta. Cartão amarelo para o zagueiro Daniel.

Até os 10 minutos de jogo o São Bento-SP não havia conseguido fazer uma jogada de perigo no campo de defesa do Naça, que seguiu pressionando. Os visitantes, sem alternativa, só paravam as jogadas com faltas duras. O segundo cartão amarelo saiu para o lateral-direito Kayan após entrada forte no meia De Paula.

Aos 12 minutos o jogador De Paula por pouco não fez história na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Em cobrança de escanteio ele tentou surpreender o goleiro Bruno e quase marcou um golaço olímpico. O guarda-metas sorocabano conseguiu se recuperar e defender. No tiro de corner seguido Paulinho quase faz de cabeça ao subir sem qualquer marcação.

Grande jogada de Rikelmi aos 20 minutos. Após De Paula receber, girar e encontrar o camisa 11 na direita, ele passou por dois marcadores, entrou na grande área e cobrou com perfeição para Cabaré, que cabeceou por cima. Dois minutos depois Yan Santo avançou pela esquerda, cortou para o meio e bateu de longe, rasteiro, levando muito perigo ao gol defendido por Bruno. Nacional-SP em cima do São Bento-SP desde o primeiro minuto de jogo.

Aos 22, Cabaré roubou a bola no ataque e passou de calcanhar para o lateral-direito PH. O camisa 2 cruzou bonito para Yan Santo, que não conseguiu completar para o gol cara a cara com Bruno. E saiu o gol do Nacional-SP aos 26 minutos. Após pressão de De Paula na defesa do São Bento-SP, o zagueiro saiu pressionado e perdeu a bola para PH, que tocou rápido para Rikelmi. O camisa 11 girou e avançou para a grande área com velocidade, cortou para dentro e bateu cruzado de cima da linha, sem chances para Bruno. Golaço do Naça.

Comemoração no único gol da partida

Em vantagem no placar, o Nacional-SP passou a se poupar mais em campo, principalmente por causa do calor. Mesmo assim, não deixou de atacar o São Bento-SP, mas agora com mais toque de bola e jogadas equilibradas. O capitão Kevin levantou a torcida com linda jogada individual pela esquerda, quando avançou da defesa e fez belo passe para De Paula que, após o drible, parou nas mãos do goleiro.

Pressão do São Bento-SP nos minutos finais do primeiro tempo. Após bate-rebate na grande área, a bola sobrou para o camisa Matheus Pimentel, que chegou a marcar. O bandeira número 1 José Jenilton dos Santos Vasconcelos anotou impedimento e revoltou os visitantes. O volante Matheus Piccirillo recebeu cartão amarelo após reclamar de forma acintosa com o auxiliar.

No lance seguinte o atacante sorocabano Rafael bateu de longe, a bola desviou na zaga e pegou Phillip Ejimadu de surpresa. O goleiro conseguiu se recuperar e, com o braço direito, fez linda defesa antes do fim da etapa inicial, com o Naça em vantagem por 1 a 0.

O técnico Pedro Henrique de Andrade voltou para o segundo tempo com a primeira mudança do São Bento-SP. Saiu Marcus para a entrada de Anderson. E o primeiro lance de perigo foi do visitante. Paulinho fez falta, que ficou a cargo do camisa 10 Felipe cobrar. O jovem cobrou bonito, mas a bola bateu na barreira e foi para fora. No escanteio, nenhuma dificuldade para o Nacional-SP.

Diferente do que aconteceu na primeira parte da partida, o São Bento-SP encurralou o Nacional-SP, que passou a investir nos contra-ataques. Mas o Naça não chegava na meta adversária, diferente dos visitantes. Em uma das investidas dos sorocabanos o lateral-direito PH parou a jogada com falta, recebendo cartão amarelo.

Aos 18 minutos da etapa inicial, três mudanças de uma vez. O São Bento-SP, melhor no segundo tempo, trocou Pablo por Felipe e Allan Martins por Lucas. Já o técnico Ricardo Gomes, para tentar voltar a mandar no jogo, tirou De Paula e reforçou o meio de campo com Antonny. Mais mudanças aos 24 minutos. No São Bento-SP, saiu Matheus Piccirillo para a entrada de Carlos Daniel. Já no Nacional-SP, Yan Santo deu lugar para Ryan, que já havia entrado muito bem contra o Santa Cruz-PE na partida de estreia.

Até a parada técnica aos 28 minutos o São Bento-SP havia chegado pelos menos em quatro oportunidades claras de gol, que só não aconteceram porque, assim como no jogo válido pela 1ª rodada, o goleiro Phillip Ejimadu fez belas defesas. O Nacional-SP chegou em alguns contra-ataques, mas sem dificuldade para Bruno.

Nacional faz próximo confronto contra o Goiás

Sentindo sua equipe melhor na etapa final, o técnico do São Bento-SP tentou mais alterações. Aos 36, Luan Batista entrou para saída de Kayan e Nunes para Daniel. Em contra-ataque do Nacional-SP aos 38 minutos, Cabaré tentou por cobertura, de longe, e quase marcou, para delírio dos torcedores que se encontravam no Nicolau Alayon. Um dos únicos lances de perigo do Naça na segunda etapa.

Ricardo Gomes tentou mais duas substituições aos 42 minutos. O zagueiro Paulinho saiu para entrada de Denilso. O artilheiro da partida Rikelmi, muito aplaudido, foi substituído por Prudente. Os minutos finais foram tensos, com o Nacional-SP tentando ampliar o placar e se expondo muito. O São Bento-SP pressionava tentando se manter vivo na Copnha e deixou o torcedor de cabelo em pé. Mas a defesa bem postada do Naça, com muito auxílio do goleiro Phillip Ejimadu, garantiu a vitória por 1 a 0.

O Ferrinho faz seu último confronto válido pela fase de grupos da Copinha 50 contra o Goiás-GO. A partida, que será novamente no Nicolau Alayon, já que o Ferrinho é sede oficial da cidade de São Paulo (SP) na competição, será disputada na quarta-feira (9), às 16 horas. O São Bento também jogo no mesmo dia e local, só que às 13h45, contra o Santa Cruz-PE
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações