quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Em 2000, Corinthians vencia Al Nassr e chegava à final do Mundial de Clubes

Com informações da Agência Corinthians
Foto: Ricardo Correa / Placar

Gol no fim deu a classificação ao Timão para a final do Mundial

Quando é com muita emoção, é ainda mais Corinthians. Foi dessa forma que, no dia 10 de janeiro de 2000, o Timão conquistou a vaga para a final do 1º Mundial de Clubes da FIFA, 19 anos atrás. Uma vitória por 2 a 0 sobre o Al Nassr (EAU) no Morumbi, com o placar mínimo que o Alvinegro precisava, carimbou a participação corinthiana na decisão que seria disputada no Maracanã, dias depois.

O sofrimento da Fiel começou antes mesmo de a bola rolar para Corinthians x Al Nassr. Na preliminar, Real Madrid (ESP) e Raja Casablanca (MAR) se enfrentaram. A partida estava empatada em 2 a 2, até o time espanhol fazer 3 a 2 aos 43 minutos do segundo tempo. O empate era ideal para o Timão, que poderia se classificar com uma vitória simples. A vitória merengue mudou o cenário.

O Real Madrid fechou a participação no grupo A com sete pontos ganhos, oito gols marcados e cinco sofridos, com três de saldo. Antes da última partida, o Corinthians tinha quatro pontos, com quatro gols pró e dois contra, dois de saldo.

Se o Timão vencesse o Al Nassr por placares como 1 x 0, 2 x 1 ou 3 x 2, estaria eliminado, por empatar no saldo e perder no critério de desempate seguinte, o número de gols marcados. Por isso, a equipe corinthiana entrou em campo naquela noite precisando de um triunfo por dois ou mais gols de diferença para chegar à final e continuar sonhando com o título mundial.

O Corinthians foi ao gramado com uma novidade: Daniel, recém-contratado em 2000, fez sua estreia na equipe, substituindo Índio. O restante do time era o mesmo dos jogos anteriores: Dida, Fabio Luciano, João Carlos, Kleber, Vampeta, Rincón, Marcelinho, Ricardinho, Edílson e Luizão, comandados pelo técnico Oswaldo de Oliveira.

Como todas as partidas daquele Mundial de Clubes da FIFA, não seria uma tarefa fácil. O Al Nassr já havia feito um duelo muito difícil contra o Real Madrid, em que a equipe espanhola selou a vitória apenas no segundo tempo. E precisando vencer bem, o Timão quase levou um susto no começo, com alguns ataques do conjunto árabe, parados por Dida.

Mas o Corinthians foi para cima e chegou à metade do caminho aos 23 minutos. Ricardinho recebeu dentro da área, deu um drible por entre as pernas do adversário e chutou para fazer 1 a 0. A intenção era de ir ao intervalo já com a vantagem necessária. Luizão chegou a fazer o segundo na etapa inicial, mas o lance foi invalidado por impedimento.

No segundo tempo, o Timão não tinha outra alternativa a não ser atacar. O tempo era adversário, e o Alvinegro não conseguia o segundo gol. Luizão teve duas chances para isso, mas em ambas a bola foi para fora. Para complicar, Daniel foi expulso aos 21 minutos, e o Al Nassr passou a se lançar ao ataque, chegando a assustar por duas vezes.

O sofrimento tomava conta das arquibancadas do Morumbi, mas o gol salvador veio aos 35 minutos da etapa final. Dinei tocou para Luizão na entrada da área. O centroavante estava de costas para o gol e girou para rolar à frente para Rincón, que fez a ultrapassagem. O passe foi na medida certa para o volante colombiano invadir e soltar o pé na bola, estufando as redes. O Corinthians conseguia, enfim, o placar necessário.

O Timão ainda teve mais duas chances com Marcelinho, que quase ampliou com uma falta e um chute por cima do gol. Mas o 2 a 0 era suficiente para garantir o Alvinegro do Parque São Jorge no primeiro lugar da chave A e na decisão da primeira edição do Mundial de Clubes da FIFA. Naquele dia, o adversário ainda não era conhecido, mas depois o Vasco fechou o grupo B na liderança isolada, se credenciando para a disputa pela taça.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações