segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Nos pênaltis, América derrota o Ipatinga e é tricampeão do Mineiro

Com informações do site oficial do América Mineiro
Foto: Mourão Panda / América Mineiro

Jogadoras do América comemoram a conquista do tricampeonato

O América conquistou o tricampeonato mineiro feminino diante do Ipatinga. A partida decisiva, disputada na manhã do domingo, dia 2 de dezembro, no Sesc Venda Nova, teve a marca do equilíbrio das duas melhores equipes do campeonato. O Ipatinga foi adversário à altura, mais uma vez, e o empate em 0 a 0 levou a decisão para os pênaltis, já que a partida de ida também acabou empatada – no Ipatingão, uma semana antes, houve empate em 3 a 3.

A partida começou muito equilibrada e com ambas as equipes buscando o ataque. O América teve sua primeira chance com a atacante Vanessa, que deu um belo chute de fora da área, porém a goleira adversária defendeu. Na sequência, em cobrança de escanteio, Joyce cabeceou com muito perigo. O Ipatinga levou perigo em duas oportunidades. Na primeira, a bola passou rente a trave e, na segunda, foi no travessão. No final da primeira etapa, Vanessa quase marcou em mais um belo chute de fora da área.

O segundo tempo começou com as Coelhinhas partindo para cima da equipe adversária e pressionando muito. Vanessa, mais uma vez, arriscou firme de fora da área, no entanto a goleira defendeu. O time americano seguia pressionando, mas não conseguia finalizar com muito perigo. No final, Vanessa recebeu na linha de fundo, cruzou, Duda chegou completando, porém a zagueira adversária travou no momento certo.

Com o empate em 0 a 0, a decisão do título foi para as penalidades. O América perdeu a primeira cobrança. Na terceira cobrança do time adversário, Camila Menezes defendeu e igualou o resultado. Nas cobranças alternadas, Camila brilhou mais uma vez e fez uma bela defesa. Karol Dias foi a responsável por cobrar o pênalti americano e converteu. Assim, com o placar de 8 a 7 nas penalidades, o América é tricampeão Mineiro.

A volante Karol Dias comentou um pouco sobre a penalidade cobrada e de poder ser campeã com o América. “Foi uma responsabilidade muito grande. Seria o último pênalti, porque elas erraram, e tive a oportunidade de marcar. Estava um pouco ansiosa, mas fiquei muito feliz de ter convertido. Ser campeã é uma sensação incrível. Meu primeiro ano, mas acatei toda a energia das meninas e, agora, é só festa”, disse. O América jogou a decisão com: Camila Menezes, Isa Leone, Mariana Pirtes, Lia e Hingredy (Nath); Bruna Emília (Karol Dias), Gabi e Duda; Vanessa, Joyce e Miriã
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações