domingo, 30 de dezembro de 2018

Gordon Banks – Um grande ídolo do Leicester City

Por Lucas Paes 
Fotos: LCFC.com

Gordon Banks, a primeira grande estrela do Leicester City

Completando 81 anos neste dia 30 de dezembro de 2018, Gordon Banks é um dos goleiros mais conhecidos da história do futebol inglês e quiçá da história do futebol mundial pela defesa protagonizada por ele em uma cabeçada de Pelé. Mas, muito antes de Jamie Vardy e Rihad Mahrez tomarem a Inglaterra de assalto, muito antes de Lineker aparecer para o mundo vestindo azul, Banks foi o primeiro ídolo que ultrapassou as fronteiras de Leicester pelos Foxes, sendo talvez o primeiro grande ídolo do Leicester City que tomou proporções gigantes na carreira. 

Banks surgiu no Chesterfield, um time pequeno da Inglaterrra. Depois de chamar a atenção, foi contratado pelo Leicester City em 1959. Lá, tinha concorrência para jogar, incluindo o escocês John Anderson, que jogava na seleção do seu país. Aos poucos foi ganhando espaço, principalmente devido a lesão de MCLaren, que era o titular. Mesmo com os Foxes não tendo lá uma grande defesa na competição, ele se dedicava muitos nos treinos, tentando evoluir seus pontos fracos. Na sua segunda temporada pelo clube, em 1961, chegou a pegar um pênalti em um jogo da Recopa Européia contra o Atlético de Madrid. Aos poucos, crescia na admiração do torcedor do Leicester. 

Em ação pelo Leicester City

Na temporada 1962-63, o Leicester ficou perto de ganhar o campeonato inglês e fazer um “Double”, já que avançou longe também na FA Cup. Em um jogo onde eliminaram o Liverpool, Banks teve atuação espetacular, evitando que os Reds vencessem mesmo finalizando 34 vezes. Mas com Banks quebrando o dedo num duelo com o West Brom Albion, o time acabou perdendo tanto a FA Cup quanto o Campeonato Inglês. Na temporada seguinte, apesar do time ir mal no campeonato, os Foxes levaram o título da Copa da Liga Inglesa. O primeiro e único que Banks ganharia no clube. O primeiro grande título do time azul e branco. Ele foi conquistado em uma final de ida e volta contra o West Ham United. Na temporada seguinte, eles chegaram de novo a final, mas perderam para o Manchester City. 

Em 1966, após mais uma temporada boa pelo Leicester, Banks foi convocado para defender a Inglaterra na Copa do Mundo, onde o English Team foi campeão, jogando em casa. Ele foi um dos destaques do time. Apesar de campeão do mundo, ele acabou virando reserva pois surgia um tal de Peter Shilton, outro gigante goleiro que o Leicester formaria. A diretoria do clube foi direta em negociar o goleiro. Diversos clubes surgiram com interesse e um dos mais claros foi só o Liverpool, de Bill Shankly. Naquele período os Reds começavam a montar a estrutura de sua dominação mundial e por pouco Banks não foi o goleiro do Liverpool naquele período áureo, mas Shankly não conseguiu convencer a diretoria do clube à gastar muito dinheiro em Banks, que era um goleiro. 

Jogando a final da Copa da Liga pelo Stoke City

Acabou indo parar no Stoke City, um time de meio de tabela no Campeonato Inglês, encerrando assim sua gigante passagem pelo Leicester. Foram 356 partidas pelos Foxes. Curiosamente, no Stoke, ganharia novamente uma Copa da Liga Inglesa, no ano de 1972. Era jogador dos Potteres também, quando fez a monumental defesa em cabeçada de Pelé na Copa do Mundo de 1970. Banks encerraria sua carreira em 1978, no Forth Lauderdale Strikes, da NASL.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações