sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

1975 - O primeiro título brasileiro do Internacional

Por Lucas Paes

 O grande time que conquistou o Brasileirão em 1975

O Internacional é protagonista de uma das maiores rivalidades do Brasil e quiçá do mundo no Grenal. O Colorado vive um dos maiores jejuns de títulos nacionais entre times grandes, mas possuí três títulos brasileiros. O primeiro desses títulos ocorreu num distante 14 de dezembro de 1975, numa final diante do Cruzeiro. Aquele título revelaria para o país jogadores como Carpegiani, Valdomiro e, é claro, Falcão. A equipe era comandada por Rubéns Minelli. 

Na primeira fase, as 42 equipes foram divididas em grupos de 10 e 11 clubes. Cada grupo jogava só entre si. O Inter liderou o grupo D, que tinha São Paulo, Vasco, Goiás, Sport, Náutico, CSA, Bahia, CEUB, Desportiva Ferroviária e Americano de Campos. Na fase seguinte, também terminou líder de uma chave que tinha o rival Grêmio, Santa Cruz, São Paulo, Flamengo, Sport, Figueirense, Goiás, América de Natal e Vasco. Na terceira fase, os colorados ficaram em segundo, atrás do Santa Cruz, num grupo que tinha Flamengo, São Paulo, Lusa, Grêmio, Sport e Náutico. A semifinal daria-se com o Inter visitando o Fluminense, no Maracanã. 

Pois naquele 7 de Dezembro, diante de quase 100 mil pessoas no Maraca, o Inter não tomou conhecimento do Fluzão e venceu por 2 a 0, gols de Lula e Carpegiani. Seu adversário, o Cruzeiro, teve vida muito mais complicada, vencendo nos últimos momentos do jogo o Santa Cruz, no Mundão do Arruda, temido estádio do Tricolor Coral recifense. A decisão se daria entre colorados e cruzeirenses, no Beira Rio. 

Diante de 82 mil pessoas, num Beira Rio que ainda tinha o universo das Coreias, que tinha uma torcida pulsante e que incentivou o Inter durante o jogo todo, o duelo foi bem complicado, já que o Cruzeiro era um ótimo time. O gol veio apenas no segundo tempo. Aos 11 minutos, o Inter teve falta para cobrar na direita de seu ataque. Waldomiro colocou com precisão na cabeça de Figueroa, o capitão, que colocou a redonda nas redes num gol que ficou conhecido na mística colorada como o “gol iluminado”. Don Elias cabeceou a bola exatamente onde habitava um solitário feixe de sol naquele lotado Beira Rio. A mística, senhores, é um patrimônio do futebol e nesse caso foi implacável. 

O Cruzeiro tentou reagir, mas não conseguiu empatar e o Inter levou o primeiro de seus três brasileiros. Ainda com a mesma base, a maior história colorada seria feita em 1979, quando foi o primeiro (e até hoje único) campeão do Brasileirão de forma invicta. O caminho para isso tudo foi aberto por Figueroa, um dos maiores ídolos da brilhante história do Inter.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações