sábado, 3 de novembro de 2018

Palmeiras vence clássico contra o Santos e caminha para título brasileiro

Foto: Ivan Storti / Santos FC

Gabigol disputa lance com Edu Dracena: bom jogo no Allianz Parque

Palmeiras e Santos fizeram um clássico bastante movimentado na noite deste sábado, dia 3, no Allianz Parque, em São Paulo, válido pelo Campeonato Brasileiro. O Verdão abriu 2 a 0, o Peixe buscou o empate, mas Victor Luís, em cobrança de falta que desviou em Derlos González, deu a vitória ao time da casa, que lidera a competição e caminha para o título.

Contando com o apoio dos 38.938 torcedores presentes no Allianz Parque, o Palmeiras começou envolvendo o adversário. Foram duas chances claras de gol para a equipe de Luiz Felipe Scolari nos minutos iniciais: primeiro com Edu Dracena, que cabeceou por cima da meta aos dois, e, em seguida, com a boa finalização de Lucas Lima pela esquerda aos seis, defendida por Vanderlei. O Santos, por sua vez, parava na marcação alviverde iniciada ainda no campo de ataque.

E não demorou para o desempenho dos mandantes se refletir no placar. Aos 13, Jean recebeu lançamento de Weverton pela lateral direita, carregou para o meio de campo e achou Borja bem posicionado dentro da área. O colombiano girou e chutou forte. Vanderlei espalmou e, no rebote, Dudu balançou as redes. Foi o gol de número 54 do jogador pelo clube. Com esta marca, o camisa 7 se igualou a Vágner Love como o maior artilheiro do Verdão neste século.

Pouco depois, a forte chuva que começou a cair na capital paulista ajudou a esfriar o jogo. Os alvinegros tinham mais posse, mas não conseguiam superar o sistema defensivo palmeirense e levar perigo à meta de Weverton. Com a vantagem no placar, os jogadores de Felipão apostavam no contra-ataque e trocavam passes com tranquilidade quando tinham a bola.

Aos 39, Edu Dracena, que tinha cabeceado para fora no começo do jogo, teve mais uma chance de deixar o seu e não desperdiçou. Após cobrança de escanteio de Dudu, o zagueiro saltou, venceu a disputa com Dodô e mandou a bola no canto esquerdo de Vanderlei, sem chances para o goleiro, que nem pulou. Foi o primeiro gol do camisa 3 pelo clube.

Visando melhorar a saída de bola do Santos FC, Cuca acionou logo no início da segunda etapa Bryan Ruiz e Copete. A resposta foi imediata: em disparada pelo lado direito, Carlos Sánchez ganhou de Dracena e chutou forte, para ótima defesa do arqueiro rival; Copete, no rebote, se esticou inteiro e quase diminuiu o marcador para o Peixe. O Palmeiras tentou responder com Gustavo Scarpa, que recebeu pela direita, avançou e chutou rente à trave de Vanderlei.

O crescimento do Peixe na etapa complementar foi coroado com uma alteração certeira do professor Cuca: Dodô cruzou pela esquerda e Carlos Sánchez meteu uma casquinha; Edu Dracena tentou cortar, mas ela sobrou nos pés de Copete, que fuzilou para as redes do rival. O Santos FC seguiu em ótimo ritmo após o tento e, aos 19 minutos, chegou ao empate com Dodô: o lateral-esquerdo recebeu de Derlis González após nova falha de Edu Dracena e, com muita calma, tocou por baixo das pernas do goleiro Weverton. O empate, no entanto, durou pouco: em cobrança de falta, Victor Luis contou com desvio na barreira para matar Vanderlei e recolocar sua equipe à frente do marcador.

Apesar da maior dificuldade no segundo tempo, os alviverdes não se deixaram abalar pelo empate santista. Aos 25, Victor Luis cobrou falta com muita força. A bola desviou em Derlis González e passou por Vanderlei, que não conseguiu fazer a defesa, para o fundo do gol.

O Peixe não se abateu com o gol adversário e seguiu firme em busca do empate. A primeira chance de novamente igualar o marcador saiu um minuto depois do tento rival, com ótimo cruzamento de Dodô para Gabriel. O camisa 10 do Santos FC tentou concluir a gol e por muito pouco não conseguiu. Carlos Sánchez ainda tentou aproveitar o lance, mas a bola acabou passando pelo uruguaio. Após a expulsão de Diego Pituca, aos 34 minutos, o ritmo foi quebrado, o jogo ficou mais morno e o placar acabou não sofrendo mais alterações.

Com o triunfo, o Verdão foi aos 66 pontos na tabela do Brasileirão e segue líder, com sete pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o Flamengo, e já se garantiu matematicamente na Copa Libertadores de 2019. A equipe carioca enfrenta o São Paulo neste domingo (04) – a partida é uma das sete que completam a 32ª rodada. Já o próximo jogo do alvinegro praiano pelo certame nacional será contra a Chapecoense, no próximo dia 12, no Pacaembu.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações